• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Crianças em casa e grupo de WhatsApp para combater fake news; ouça o podcast

Adultos e crianças relatam como estão lidando com o coronavírus e com a quarentena

Com a chegada do novo coronavírus, uma nova realidade tem modificado a rotina e a vida de todos, inclusive das crianças.

A pequena Helena, de 4 anos, abre o episódio do Em Quarentena” dizendo que o “Colonavílus” é muito grave. E sua mãe, Eliane Constantino, compartilhou como está lidando com a família em casa, na Cohab Cinco, em Carapicuíba, Grande São Paulo. 

“A gente já mora numa área pequena, num apartamento, não tem quintal e o espaço já é limitado. A gente inventa brincadeiras, mas parece que nunca é suficiente”. (ouça a partir de 00:39)

Diante da nova rotina, que inclui ter que entreter Helena durante 24 horas por dia, Eliane confessou que acaba cedendo em algumas coisas. “A televisão entreti bastante. A gente acaba abrindo mão de algumas coisas, inclusive, que a gente não gosta, como youtubers e tudo mais, o que eles adoram. Você acaba abrindo mão e dá guloseimas e algumas coisas para se sentir mais feliz”. (a partir de 01:00)

Felipe, de 9 anos, que vive em Pirituba, zona noroeste da capital, falou sobre as tarefas da escola. “Tem um grupo das mães lá da minha sala, aí a professora mandou um monte de lição”. (ouça em 01:27)

Juliana Doretto, que é jornalista e especialista em jornalismo e infância, compartilhou importantes dicas que podem ajudar os pais a lidar com o atual momento.

“A ideia é que se reserve um tempo para a lição. Aproveitar o material que a criança tem e refazer uma tarefa. Pensar em um determinado espaço para a criança continuar a tarefa da escola. Brincar com ela e tentar incentivá-la a criar brincadeiras. E perguntar como ela está percebendo as coisas, se tá tudo bem, se ela tem dúvida, tentar tirar a angústia que ela, assim como nós, também vive neste momento”. (em 01:51)

Também de Pirituba, Neide Silva comentou sobre os dois grupos de whatsapp que ela criou, ambos intitulados “Covid – vamos trocar informação”. 

“Eu montei esses grupos sobre o coronavírus entre amigos e familiares para ver se eles estão se cuidando e fazendo a higiene direito. [E assim saber] como estão fazendo dentro de casa, como estão alertando seus familiares, principalmente os filhos adolescentes, que não aceitam ficar dentro de casa. Para eles é muito difícil”. (em 02:37)

Neide explicou também que os grupos tem por foco combater fake news. “Como a gente não pode sair de dentro de casa, achei que era uma forma de se comunicar. E conversar sobre o que falam na televisão e muitas coisas que passam na internet. A maioria das coisas, acredito eu, que é fake news e deixa as pessoas mais apavoradas. Igual situações de mercado, pessoas estocando alimentos e brigando por álcool gel”. (em 03:07)

A pequena Helena também encerrou o episódio com um recado sobre medidas para se prevenir do coronavírus. “Tem que lavar muito a mão […] Já estou cheia do coronavírus, quero me proteger sozinha na minha casa”. (em 04:25)

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #02: Crianças em casa e grupo de WhatsApp para combater fake news.

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Grande São Paulo

Comentários