• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Planos de governo dos candidatos em SP; ouça o podcast

Levantamento exclusivo da Agência Mural revelou que citações ao termo “periferia” ou “periférico” triplicam nos planos de governo de quem disputa a Prefeitura de São Paulo

Neste programa, o “Em Quarentena” pesquisou quantas vezes os candidatos à Prefeitura de São Paulo mencionaram “periferia” ou “periférico” em seus planos de governo.

O levantamento exclusivo feito pelo editor da Agência Mural, Paulo Talarico, e pelo correspondente do Capão Redondo, Cleberson Santos, revelou que as citações ao termo triplicam nos planos de governo dos candidatos e candidatas, quando comparado às eleições de 2016. 

Foram analisadas as 14 propostas registradas na Justiça Eleitoral pelos aspirantes à prefeitura da capital paulista. O termo “periferia” ou “periférico” foi citado 208 vezes, o triplo do observado na última eleição municipal. 

Na apuração foi identificado que o maior número de menções foi encontrado no plano de governo de Guilherme Boulos, do PSOL, com 66 referências em 62 páginas.

Jilmar Tatto, do PT, citou “periferia” 63 vezes, mas tem 152 páginas de propostas. A palavra apareceu três vezes nas propostas de Bruno Covas, do PSDB, e uma única vez por Celso Russomanno, do Republicanos.

Já as candidatas Marina Helou, da Rede, e Joice Hasselmann do PSL mencionaram a palavra “periferia” 24 e 13 vezes, respectivamente.

Talarico lembrou que a quantidade de vezes em que a palavra “periferia” ou “periférico” aparece em um plano de governo não necessariamente representa a quantidade de projetos para essa população. 

“O candidato pode apresentar propostas que tenham influência para essas regiões, mas sem usar o termo. Porém, a quantidade de menções é importante de ser acompanhada, pois é uma forma de ver quais são as propostas e poder cobrar as promessas depois da eleição”. (ouça a partir de 01:53)

Para Cleberson um maior interesse dos eleitores pelo planos de governo pode ter motivado o crescimento do número de aparições da palavra “periferia” nos projetos.

“Eu sempre achei o plano de governo mais interessante no momento de escolha do candidato. Acho que ele oferece melhor as propostas do que a propaganda e atualmente mais do que os debates até. Ali estão as propostas mesmo, não tá só ataque aos outros candidatos, então acho que eles perceberam que os eleitores também tem interesse nesse conteúdo e por isso que eles cresceram em relação à última eleição”. (a partir de 02:22)

Para saber mais sobre o assunto leia a reportagem assinada por Paulo Talarico e Cleberson Santos na Folha de S.Paulo e continue acompanhando o site da Agência Mural.

Acesse também os planos de governo de cada candidato e candidata à Prefeitura de São Paulo. Os links das propostas registradas seguem abaixo: 

Andrea Matarazzo (PSD)

Antônio Carlos (PCO)

Arthur do Val (Patriota) 

Bruno Covas (PSDB)

Celso Russomano (Republicanos)

Filipe Sabará (desistiu da candidatura no dia 29 de outubro)

Guilherme Boulos (PSOL)

Jilmar Tatto (PT) 

Joice Hasselmann (PSL)

Levy Fidelix (PRTB)

Márcio França (PSB)

Marina Helou (Rede)

Orlando Silva (PCdoB)

Vera Lúcia (PSTU) 

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #49 – Segunda Temporada – Quantas vezes as periferias foram citadas nos planos de governo em SP?

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Grande São Paulo

Comentários