• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

A Agência Mural completa 10 anos; ouça o podcast

Há 10 anos nascia o blog Mural na Folha de São Paulo; relembre conosco como chegamos até aqui e qual a importância da Agência Mural para o jornalismo brasileiro

Este é um episódio especial do  Em Quarentenaem comemoração ao aniversário da Agência Mural, celebrado em 24 de novembro. 

Há 10 anos nascia o blog Mural na Folha de São Paulo. O programa relembrou como a Agência Mural chegou até aqui e qual a importância dela para o jornalismo brasileiro.

https://youtu.be/HFp_lepeHf0?list=PLeKjc2rwfYmQV-80R11fkwLP4Gla2Yv_e

Para quem não sabe, a Agência Mural teve início a partir de um curso de jornalismo cidadão dado pelo jornalista Bruno Garcez. O diretor de jornalismo da Mural, Vagner de Alencar, falou sobre esse início. 

“Aquela formação, da qual eu também fiz parte, percebeu que era muito mais importante retratar as periferias da forma diversa e plural que são, e não apenas como palco de tragédias. Realizamos então uma parceria com o jornal Folha de São Paulo e fundamos o Blog Mural”. (ouça a partir de 01:30

Uma das pessoas que foi fundamental nesse processo e está com a Mural até hoje, é a diretora executiva, Izabela Moi, que na época era editora adjunta de um caderno na Folha. 

“Sinceramente eu não sei se todo mundo que tava comigo naquela época pensava assim, mas eu não sabia se a gente ia virar 24horas, porque era muito esforço de todo mundo. Todo mundo trabalhava em outras coisas, eu era editora adjunta em um caderno de domingo na Folha de São Paulo, e a gente não tinha nenhuma remuneração. A gente não se conhecia, a gente só tinha uma coisa em comum que era o propósito e a gente escreveu essa missão que era recontar as histórias das periferias”. (a partir de 02:02

O primeiro texto publicado no blog foi escrito pela correspondente Bianca Pedrina e falava sobre as alternativas de lazer das crianças do Jardim Brasília, em Taipas. Vale lembrar que, naquela época, era muito menos comum ver os bairros periféricos representados em grandes meios de comunicação.

O programa especial seguiu com um trechinho da música composta pelo rapper Carlão Guerreiro da Zona Leste, sobre o blog Mural.

“Periferia é xeque-mate, no mural vira destaque, o mundo vai curtir, poder visualizar, isso é Folha de São Paulo o Mural está no ar. Pode acreditar! O Mural está no ar, pronto para revolucionar”. (ouça em 03:11)

Ao longo desses dez anos muita coisa mudou. Em 2015, o blog de um jornal virou uma agência de notícias, formalizada três anos depois como uma organização sem fins lucrativos.

No decorrer dos últimos anos, a Agência criou vários projetos e firmou parcerias que vão de reportagens em emissoras de rádio e televisão, até projetos com coletivos das periferias. 

Vagner enfatizou que a rede de correspondentes locais faz parte do DNA da Mural e talvez seja o mais importante nisso tudo.

“Atualmente somos quase 70 jornalistas e comunicadores moradores de regiões periféricas da Grande São Paulo, produzindo conteúdos sobre o que acontece em seus bairros. Alguns deles até já passaram aqui pelo Em Quarentena”.  (em 04:01)

Pietra Alcântara, 23, é correspondente da Vila Medeiros na zona norte e faz parte da Agência desde o ano passado. Ela falou sobre com é ser muralista. 

“Quando eu paro pra pensar no que a Mural representa e saber que eu faço parte disso, eu fico muito feliz, muito realizada. De verdade, eu não achava que se eu fosse conversar comigo mesma na faculdade e contar que eu iria fazer parte de uma coisa dessas, eu ia ficar muito feliz, eu ia ficar orgulhosa”. (em 04:18)

A Mural sempre está recebendo correspondentes novos e mais de 200  já passou por ela. Há ex-muralistas que atuam em grandes veículos de comunicação do Brasil, em ONGs. Enfim, uma galera muito bacana de várias periferias que já deixou a sua contribuição. 

A correspondente da Vila Medeiros contou também que um dos maiores impactos da agência em sua vida foi ela se enxergar como jornalista. 

“Porque eu não me sentia [jornalista]. Com os jornalistas que eu conhecia eu não me reconhecia na história deles e aí conhecendo outros muralistas eu comecei a me reconhecer mais e me sentir mais dentro desta narrativa  de ser jornalista que mora na periferia e isso foi muito importante pra mim”. (em 05:11

A Agência Mural ainda tem um longo caminho para percorrer e muito trabalho pela frente. E neste aniversário chega com uma grande novidade, terá um núcleo em outra cidade do Brasil. Os detalhes dessa novidade poderão ser conferidos no episódio do dia 26, próxima quinta-feira. 

A segunda temporada do “Em Quarentena” está chegando ao fim. Este podcast foi criado pela Agência Mural no começo da pandemia do coronavírus para informar, trazer histórias e relatos sobre e para as periferias nesses dias de crise. Mas tem muita coisa vindo por aí. Não deixe de acompanhar todas as novidades no site da Agência Mural.  

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #63 – Segunda Temporada – A Agência Mural completa 10 anos.

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Grande São Paulo

Comentários