APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Acontece Mural

Agência Mural marca presença em congresso​s​ de Jornalismo Investigativo e de Educação

Image

Por:

Publicado em 15.07.2017 | 17:27 | Alterado em 22.11.2021 | 16:43

Tempo de leitura: 1 minuto

Ao longo de quatro dias​,​ correspondentes da Agência Mural participaram do 1° Congresso de Jornalismo de Educação da Jeduca (Associação de Jornalistas de Educação) e do 12° Congresso de Jornalismo Investigativo da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), realizados na Universidade Anhembi Morumbi, zona sul de São Paulo.

Nos dias 28 e 29 de junho, o muralista Raphael Preto, correspondente da Vila Guilherme​,​​ esteve no Congresso da Jeduca que teve 17 mesas, debates e oficinas, com participantes de cinco países, que abordaram temas do Ensino Infantil ao Superior.

“​Tinha jornalistas de várias regiões da América Latina e atividades sobre fiscalização de orçamento e pesquisa de dados relacionados à educação para melhorar a cobertura do tema realizada pela imprensa”, explica.

1° Congresso de Jornalismo de Educação da Jeduca (Foto: Divulgação)

1° Congresso de Jornalismo de Educação da Jeduca (Foto: divulgação)

Já entre os dias 29 de junho e 1​º​ de julho​ ocorreu o Congresso da Abraji. Desde a 7ª edição, a entidade convida integrantes da Agência Mural para participar das atividades.

Este ano, duas muralistas, Cíntia Gomes, correspondente do Jardim Ângela​,​ e Priscila Pacheco, correspondente do Grajaú, foram conferir o Congresso que ofereceu ao menos 70 palestras, paineis e cursos práticos na área.

Priscila conta que nesta edição teve a oportunidade de participar de um curso de programação em Python específico para jornalistas​. A ferramenta permite trabalhar com grandes bases de dados que não são suportadas pelos sistemas de planilhas.

“Ter aulas como esta​s​ em um congresso que reúne jornalistas profissionais e estudantes é essencial para aprimorar as nossas habilidades de apuração jornalística”, afirma.

A grade contou com outros cursos para trabalhar melhor com dados e apresentou temas diversos por meio de atividades simultâneas.

“Enquanto Álvaro Justen, desenvolvedor de softwares na Escola de Dados e programador no projeto Gênero e Número, nos ensinava Python, outros ambientes falavam sobre livro-reportagem, curadoria de newsletters, novos negócios e muito mais”, completa Pacheco.

Durante o curso de programação em Python na 12ª edição do Congresso da Abraji

Durante o curso de programação em Python na 12ª edição do Congresso da Abraji (Foto: Alice Vergueiro/Abraji)

Republique

Faça com que essa história chegue para mais pessoas.

Republique o nosso conteúdo gratuitamente.

Regras:

Os títulos podem ser modificados desde que não mude o contexto;

Os textos devem ser publicados como estão na versão original, sem edição ou cortes;

Todas as republicações devem dar crédito para a Agência Mural e também os créditos dos profissionais envolvidos em sua produção, conforme aparece na publicação original;

As fotografias e outras imagens/artes podem ser republicadas com os devidos créditos;

Os vídeos republicados não devem passar por nenhum tipo de edição, devem conter os créditos da Agência Mural; para transmissão na TV, é preciso enviar um pedido para contato@agenciamural.org.br.

Reportagens publicadas no site www.agenciamural.org.br não podem ser revendidas.

Se possível, os materiais republicados devem mencionar o perfil da Mural nas redes sociais.

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.