APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Papo Reto No Zap

Áudios nas redes sociais mentem sobre morte de Lula

Desinformações ainda citam existência de sósias do presidente eleito; Assessoria diz que petista está "bem de saúde"

Image

Por: Evelyn Fagundes

Verificação

Publicado em 28.11.2022 | 11:31 | Alterado em 28.11.2022 | 11:32

Tempo de leitura: 3 min(s)
Esta verificação foi produzida em parceria com a Lupa e com apoio do WhatsApp WhatsApp_Logo_1

Circulam em grupos de WhatsApp do Jardim Fontalis diversos áudios que apontam que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria falecido no dia 5 de novembro e que as aparições públicas do presidente eleito teriam sido realizadas por um sósia.

O Papo Reto no Zap reuniu as principais desinformações vinculadas a essas falsas alegações e realizou uma verificação.

Confira:

Ele teve um infarto do miocárdio seguido de um AVC

– Trecho do áudio encaminhado pelo WhatsApp

No conteúdo que circula pelas redes, uma pessoa sem identificação comenta que Lula teria morrido após sofrer um “infarto do miocárdio seguido de um AVC” no hospital Sírio Libanês.

Procurada na quinta-feira (24), a assessoria do presidente eleito desmentiu a informação. “Infelizmente os bolsonaristas seguem distribuindo mentiras em série para tumultuar o cenário político. Lula está bem de saúde”, afirmou, em nota.

Eles estão guardando o corpo [de Lula], segurando o corpo pra não estourar a coisa no Brasil […] Eles estão com o defunto guardado na geladeira desde sábado.

[…] Criaram uma máscara de silicone pra poder aparecer em público. […] Todo mundo questionou [como Lula] está aparecendo e eu, pra algumas pessoas, disse: ‘isso é sósia, né, é sósia ou uma máscara de silicone

– Trechos dos áudios encaminhados pelo WhatsApp

De acordo com os conteúdos recebidos pelo projeto, Lula não estaria aparecendo publicamente porque morreu e, para evitar que a informação fosse divulgada, sósias passaram a “representar” o presidente eleito.

A alegação é falsa. Lula deu entrada no dia 20 de novembro no Hospital Sírio Libanês para fazer uma cirurgia de retirada da lesão na laringe e, por conta do repouso recomendado pelos médicos, teve que permanecer internado.

Segundo a assessoria do petista, atualmente, Lula está recuperando a voz após essa operação: “Mas, hoje mesmo [24 de novembro] participou de uma reunião com especialistas em saúde” – o presidente eleito esteve em uma chamada de vídeo com a Fiocruz para discutir melhorias no sistema de saúde do país.

Antes do procedimento cirúrgico, Lula compareceu à COP27, conferência sobre mudanças climáticas da ONU (Organização das Nações Unidas). No dia 16 de novembro, inclusive, Luiz Inácio Lula da Silva discursou no evento.

Além desses falsos conteúdos, também circulou em grupos do WhatsApp outro áudio afirmando que Lula estaria internado em estado grave no Sírio Libanês, mesmo hospital mencionado nos áudios analisados nesta verificação. A Lupa desmentiu esse conteúdo ainda no início deste mês.

Quando o presidente eleito morre sem ser diplomado, […] o vice não assume. Quem assume é o segundo, que ficou em segundo lugar

– Trecho do áudio encaminhado pelo WhatsApp

De acordo com o artigo 79 da Constituição Federal, na hipótese de impedimento do presidente assumir o cargo, quem o sucede é o vice-presidente, não o segundo mais votado na eleição.

Caso o vice-presidente também não possa assumir, “serão sucessivamente chamados ao exercício da Presidência o Presidente da Câmara dos Deputados, o do Senado Federal e o do Supremo Tribunal Federal”, de acordo com o artigo 80.

Ainda na hipótese das cadeiras do presidente e vice estarem vagas, o artigo 81 da Constituição estabelece a realização de uma nova eleição 90 dias depois de a última vaga estar em aberto.

Saiu nesse jornal argentino, Larreta News, que o Lula está morto. O Lula morreu sábado

– Trecho do áudio encaminhado pelo WhatsApp

O Jornal Larreta News publicou em sua conta do Twitter no dia 5 de novembro um tuíte afirmando que Lula teria falecido após sofrer um acidente vascular cerebral. O post ainda está disponível na plataforma e contava com mais de 14 mil curtidas e 4 mil retuítes até o dia 25 de novembro.

Entretanto, a informação é falsa. Esse veículo já publicou outras notícias falsas anteriormente. Em 7 de julho deste ano, por exemplo, o veículo de comunicação afirmou, no Twitter, que o presidente argentino Alberto Fernandes teria renunciado, o que foi desmentido pelo site Boatos.org ainda em julho.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Evelyn Fagundes

Jornalista em formação pela PUC-SP, instituição onde desenvolve sua pesquisa sobre as obras do Racionais MC's. Mãe de pet e planta, canceriana e apaixonada por música. Correspondente de Guarulhos, na Grande São Paulo, desde 2022.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.

Nenhum campo encontrado.