Bolsonaro e Haddad vão para o segundo turno; candidato do PSL venceu em maioria das regiões da capital

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) disputarão o segundo turno da eleição presidencial em 28 de outubro. Na cidade de São Paulo, o candidato do PSL venceu em 54 das 58 zonas eleitorais de São Paulo até às 22h deste domingo (7), enquanto o petista esteve à frente em quatro regiões da cidade.

Bolsonaro venceu em regiões das periferias como a Brasilândia, onde teve 40,3% dos votos, contra 26% de Haddad. O melhor desempenho foi no Tatuapé, na zona leste, onde teve 54% dos votos, contra 14% de Ciro Gomes (PDT), 9,5% de Geraldo Alckmin (PSDB) e 9% de Haddad. Ele também ultrapassou 50% em Santo Amaro.

Receba nossa newsletter!

O melhor desempenho de Haddad foi na região de Piraporinha. O petista recebeu 36,75% dos votos no distrito da região da zona sul contra 31,88% de Bolsonaro. Ele também esteve à frente em Parelheiros. Em Cidade Tiradentes, zona leste, Haddad teve 35,65% contra 33% de Bolsonaro.

GOVERNO DO ESTADO
Na disputa do governo do estado, o ex-prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) disputará o segundo turno contra o governador Márcio França (PSB).  No estado, o tucano recebeu 31% no estado contra 21,48% de França. Paulo Skaf (MDB) obteve 21,13%, enquanto Luiz Marinho (PT) foi o quarto colocado com 12%.

A cidade de São Paulo teve uma disputa equilibrada, com Doria (26%), França (22%), Skaf (22%) e Marinho (16%), próximos na votação.

Doria venceu na maioria das regiões centrais da capital, mas também obteve a maioria em alguns bairros das periferias, como Pedreira, onde obteve 23% contra 22% de Marinho. No Jardim Luís, ele ficou com 25,9%, ante 22% de Marinho.

Embora tenha ficado em terceiro, o petista venceu em 13 regiões das bordas da cidade com o maior resultado em Cidade Tiradentes, com 35%.

Segundo colocado, França teve nove regiões onde ficou à frente, em especial na zona leste. Em Itaquera, ele recebeu 26,8%, seguido de Skaf (23,53%) e de Doria com 19%.

Comentários