Correspondentes participam do CODA 2018

Pelo terceiro ano consecutivo, correspondentes da Agência Mural participam da Conferência Brasileira de Jornalismo de Dados e Métodos Digitais (Coda.Br).

Este ano a conferência aconteceu nos dias 10 e 11 de novembro na ESPM, em São Paulo. Durante o encontro aconteceram atividades voltadas para jornalistas de diversos veículos, professores e pesquisadores de humanidades digitais, além de estudantes, comunicadores populares e ativistas.

Receba nossa newsletter!

Divulgação

A terceira edição contou com mais de 300 participantes e a presença de especialistas renomados na área que abordaram temas como investigações jornalísticas com Open Source Intelligence, técnicas para trabalhar com dados econômicos, visualização de dados, ausência de dados durante as investigações jornalísticas e eleições. Este ano teve sessões “Meu problema com”, onde diversos mentores voluntários se dispuseram a conversar e tirar dúvidas reais dos participantes sobre pedidos de Lei de Acesso à Informação, R, Python e Dados Geográficos e SQL.

Da Agência Mural, estiveram presentes o correspondentes da Cidade Dutra e Taboão da Serra, Rodrigo Emannuel e Julia Reis, e os editores Paulo Talarico e Priscila Pacheco.

A muralista Júlia Reis, conta que é a segunda edição que participa. “É um ótimo lugar para aprender técnicas e aplicativos funcionais que somam na vida do jornalista. Sai de lá ano passado com uma bagagem enorme, e este ano achei que aprenderia em um nível menor. Mas pelo contrário. Novamente fui embora com um leque de aplicativos e opções para aplicar no jornalismo, além do networking que é algo valioso nesse espaço”, afirma.

Julia Reis durante oficina no CODA 2018 (divulgação)

Este ano, o evento foi palco para o anúncio do Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, que vai reconhecer a qualidade dos trabalhos nesta área publicados no Brasil, e tem o apoio da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em quatro categorias: investigação guiada por dados, visualização, dados abertos e inovação.

O Coda.Br é realizado pela Escola de Dados, programa da Open Knowledge Brasil, em parceria com o Google News Initiative. A conferência contou com o apoio do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, da agência Volt Data, do Instituto Serrapilheira, da Python Foundation e do Nic.Br.

As apresentações dos dois dias podem ser conferidas aqui.

Cíntia Gomes

Jornalista, editora de comunicação organizacional e correspondente do Jardim Ângela desde 2010. Casada, é filha de uma mineira e um capixaba, irmã de um carioca e uma paulistana. Como boa escorpiana, é desconfiada, decidida e curiosa. Ama dançar e comer doces.

Jardim Ângela, São Paulo