APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
32xSP

Cultura e Meio Ambiente são os principais focos na audiência de Santo Amaro

Questões como meio ambiente e cultura foram os temas mais abordados.

Image

Por: Redação

Publicado em 18.04.2017 | 1:00 | Alterado em 18.04.2017 | 1:00

Tempo de leitura: 2 min(s)

Cerca de 60 pessoas estiveram na tarde do dia 8 de abril na sede da Prefeitura Regional de Santo Amaro, em São Paulo, para participar da audiência pública do Plano de Metas (2017-2020) da gestão João Doria (PSDB). Questões como meio ambiente e cultura foram os temas mais abordados.

“É preciso que haja uma preservação das árvores. E faço um apelo a todos os comércios da região: não arranquem as arvores das calçadas sem aval da prefeitura como tem acontecido ultimamente. Elas são fundamentais para nossa vida e segurança”, disse Sylvia Leite, representante do CADES (Conselho Regional de Meio Ambiente, Desenvolvimento e Cultura de Paz de Santo Amaro).

Leia as reportagens do Especial Plano de Metas 2017-2020

Já Cristina Antunes, diretora da Sajepe (Associação de Moradores dos Jardins Petrópolis e dos Estados), enfatiza que é necessário ter um plano de bairro para alimentar o plano regional. “Se a prefeitura levasse a sério o que diz o Estatuto da Cidade, que diz que tem de haver planos de bairros e que estes devem subsidiar os planos regionais, conseguiríamos fazer muitas coisas nas prefeituras regionais. Esperamos que nessa nova administração levem a sério nossa proposta de plano regional, pois sem isso, qualquer coisa que aconteça, não vai dar conta das necessidades dos bairros”, afirmou.

A supervisora de cultura do Centro de Tradições de Santo Amaro e moradora há 38 anos na região, Antonia Andrea de Sousa, diz que é necessário que pessoas pensem em conjunto, não apenas em seu bairro ou na sua rua. “Precisamos que ocorra um bem-estar coletivo. Santo Amaro tem o privilégio de possuir diversos equipamentos culturais que, se bem planejados pelo poder público, poderiam atender melhor a todos com ações dirigidas aos moradores e trabalhadores da região”, finalizou.

Para o prefeito regional, Roberto Arantes Filho, a participação popular nesse momento é fundamental e, somada ao esforço do governo, ele vai buscar atender os anseios da população. Já o secretário municipal de Governo, Julio Semeghini, explicou o motivo de o Plano ser enxuto, com apenas 50 metas, e divididos em cinco eixos temáticos: Econômico e Gestão, Urbano e Meio Ambiente, Social Humano e Institucional.

“Muitas pessoas reclamaram de o Plano ter poucas metas em relação às outras gestões, mas o que buscamos fazer foi estabelecer metas claras e acessíveis para, com a ajuda da população, fazer uma regionalização do Plano e identificar quais metas possuem real impacto na região de Santo Amaro”, concluiu.

Você ainda pode enviar sugestões ao Plano de Metas. Veja aqui como.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.