APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Notícias

Número de equipamentos públicos esportivos caiu em 5 subprefeituras da zona norte

Image

Por: Redação

Publicado em 18.10.2016 | 19:21 | Alterado em 18.10.2016 | 19:21

Tempo de leitura: 2 min(s)

Quando o assunto é esporte, os moradores da subprefeitura da Freguesia do Ó/Brasilândia têm o que comemorar. A região lidera o número de equipamentos públicos esportivos na zona norte. Realidade, no entanto, que não se aplica às demais.

Formada pelo distrito homônimo, os 407 mil moradores têm acesso a 24 centros públicos voltados ao esporte — dois a mais do que em 2014. Marca essa que os tornam detentores das melhores médias em toda a cidade, de acordo com o Observatório Cidadão. Se comparada às subprefeituras localizadas no mesmo território, a quantidade é quase cinco vezes superior às demais.

Embora tenha ocorrido um aumento, de 4 para 6, a subprefeitura do Jaçanã/ Tremembé, no entanto, amarga a lista entre as piores. A última colocação fica com a Casa Verde/Cachoeirinha, que contava com 9, em 2014, e diminuiu para 4, em 2015. É a taxa mais baixa não apenas na zona norte, mas entre todos os “pequenos municípios”. Em 2010, o contexto ainda era mais alarmante: não continha sequer um equipamento esportivo público.

Bruna Rosa Couto, 29, que nasceu e cresceu no Jardim Paquetá, em Pirituba, lamenta a encolha. “Na infância eu costumava frequentar o Centro Esportivo Pirituba. Devem aumentar o número de espaços [esportivos], não diminuir”, afirma a estudante de gestão financeira. Pirituba se encontra na média, mas sofreu uma redução de 6 para 4, enquanto a vizinha Perus, mesmo obtendo a mesma queda, está entre as piores.

No mesmo período, Santana/ Tucuruvi perdeu um centro de esporte e se inclui no rodapé da lista. Por outro lado, a Vila Maria/Guilherme, que tinha 13 equipamentos, em 2014, baixou para 10, mas está acima da média, no ranking geral.

De acordo com o site Planeja Sampa, como parte do Programa de Metas (2013-2016) estava prevista a construção de cinco CEIs (Centros de Iniciação Esportiva). No entanto, apenas 22% da “promessa” foi cumprida. Ainda conforme o Planeja Sampa, que monitora o cumprimento das metas, “o CIE teve a sua competência transferida à Siurb-Edi para licitação e construção de quatro unidades com local definido e fonte de financiamento garantida”. Elas serão instaladas nas subprefeituras de Freguesia do Ó/Brasilândia, Campo Limpo, Lapa e Vila Prudente.

Já segundo a Pesquisa Iberm 2016, a satisfação média em relação à proximidade de equipamentos públicos para atividades de esporte, caiu de 4,8 para 4,6, em 2015.

Procurada, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer divulgou uma lista com a relação de dos 12 Centros Esportivos municipais sob a alçada da pasta. São eles: CE Vila Maria, CE Pirituba, CE Jardim São Paulo, CE Vila Brasilândia, CE Vila Guilherme, CE Santana, CE Jardim Cabuçu, CE Mandaqui, CE Casa Verde, CE Taipas, CE Juscelino Kubistchek e CE Tietê.

“No caso do CE Tietê, ele já pertencia à SEME anteriormente, mas só foi aberto ao público nesta gestão. Cabe explicar que aqueles que deixaram de existir em 2016 é porque se tornarão CEUs, portanto além de local para prática de esportes terão também agregados a educação e a cultura”, afirmou a pasta.

Foto: Fernando Pereira/ Secom

receba o melhor da mural no seu e-mail

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.