APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Acontece Mural

Editora da Agência Mural participa de Conferência Estadual de Jornalismo Pela Paz

Image

Por Cíntia Gomes | 19.09.2018

Publicado em 19.09.2018 | 11:36 | Alterado em 22.11.2021 | 16:42

A Agência Mural participou na segunda-feira (17) da Conferência Estadual de Jornalismo Pela Paz, no auditório da FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), em São Paulo.

O evento faz parte da 41ª Semana da Comunicação da FAAP e da Semana Pela Paz, mobilização realizada entre os os dias 16 e 21 na cidade de São Paulo.

O encontro reuniu Cíntia Gomes (Agência Mural de Jornalismo das Periferia), Guilherme Melles (Quebrando Tabu), Léo Arcorverde (GloboNews) e Edilamar Galvão (coordenadora de jornalismo da FAAP) para um bate-papo sobre as alternativas para o combate de discurso de ódio nas redes sociais e na mídia.

Image

Cíntia Gomes, da Agência Mural, Edilamar Galvão, coordenadora do curso de jornalismo da FAAP, Guilherme Melles, fundador do projeto Quebrando o Tabu, e Léo Arcoverde, da Globo News (Ira Romão/Agência Mural)

Também foi abordado Fake News, o jornalismo periférico e o uso da comunicação pelo ativismo. A professora Edilamar comentou que vivemos um momento de desordem informacional.

Os participantes da mesa comentaram sobre a importância de combater as desinformações e priorizar por um jornalismo de qualidade e de checagem.

“É preciso buscar por reportagens com materiais íntegros, fidedignos, que foram apurados com rigor. A gente parte de um pressuposto de um conteúdo bombando na rede, e só vai dizer se é fato ou não depois que algo já está na boca de todo mundo”, comenta Arcorverde.

Para Cíntia, esse é um cenário em que todos estão aprendendo a lidar e buscando formas de reduzir a propagação de informações falsas. “Sempre que verificarmos algum fato inverídico, devemos apontar para quem divulgou, para que esta informação falsa não se espalhe mais. É um papel em conjunto e de todos, e não só um dever do jornalista”, afirma.

A Semana Pela Paz comemora neste ano o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. A mobilização é uma iniciativa do projeto O Mundo que Queremos, fruto de uma parceria entre Rede Brasil do Pacto Global da ONU e o Governo do Estado de São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.