APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Acontece Mural

Editora da Mural participa da 40ª Semana de Jornalismo da PUC-SP

Image

Por: Cíntia Gomes

Publicado em 26.10.2018 | 19:07 | Alterado em 22.11.2021 | 16:42

Tempo de leitura: 1 minuto

Na quarta-feira (24), a Agência Mural participou da Semana de Jornalismo da PUC-SP.  Para celebrar os 40 anos do curso, o tema escolhido foi “Um mundo em crise e suas saídas”.  De 22 e 26 de outubro, no Campus Monte Alegre da universidade, a programação contou com a presença de profissionais da área e abordou as novas perspectivas das do jornalismo na atualidade.

A editora da Agência Mural, Priscila Pacheco, participou da mesa “Realidades escondidas dos grandes jornais”, junto com Wagner Ribeiro (Urbano Nobre), Amanda Rahra e Camila da Silva (Escola de Comunicação ÉNois).

Priscila apresentou o trabalho realizado pela Agência Mural e falou sobre jornalismo local e do desafio de chegar nos leitores das periferias.

“Queremos um jornalismo diversificado que mostra o que realmente acontece nas periferias pelo olhar de quem vive lá, desconstruindo o estereótipo presente. A alma do nosso trabalho é poder entrevistar as pessoas que moram na região dos nossos bairros, poder conversar e contar as histórias delas”, pontua.


Já o professor Wagner Ribeiro, jornalista e fotógrafo, focou no seu trabalho de “fotojornalismo da paz” e a cobertura de guerras civis em países do Oriente Médio e da Ásia, crises ambientais e imigração de refugiados.

“Com a defesa de valores éticos e da transparência da informação em mente, uma mesa como essa revela o que é o curso de Jornalismo na PUC-SP. Ela tem o objetivo de trazer relatos e vozes que não fazem parte do imaginário da grande mídia”, observa.

E para falar sobre a Énois,  a jornalista Amanda Rahra comentou sobre o trabalho realizado com jovens das periferias e sobre o papel do jornalismo em tempos de crise. “Como jornalistas, precisamos transformar essa aflição em uma energia de ação. Precisamos perguntar e entender o que as pessoas estão pensando agora”, afirmou.

Cíntia Gomes

Diretora institucional e cofundadora da Agência Mural, correspondente do Jardim Ângela desde 2010. Como boa escorpiana, é desconfiada, decidida e curiosa. Ama o mar, livros, dançar, ver filmes, comer doces e pipoca.

Republique

Faça com que essa história chegue para mais pessoas.

Republique o nosso conteúdo gratuitamente.

Regras:

Os títulos podem ser modificados desde que não mude o contexto;

Os textos devem ser publicados como estão na versão original, sem edição ou cortes;

Todas as republicações devem dar crédito para a Agência Mural e também os créditos dos profissionais envolvidos em sua produção, conforme aparece na publicação original;

As fotografias e outras imagens/artes podem ser republicadas com os devidos créditos;

Os vídeos republicados não devem passar por nenhum tipo de edição, devem conter os créditos da Agência Mural; para transmissão na TV, é preciso enviar um pedido para contato@agenciamural.org.br.

Reportagens publicadas no site www.agenciamural.org.br não podem ser revendidas.

Se possível, os materiais republicados devem mencionar o perfil da Mural nas redes sociais.

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.