• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Grande SP tem 300 mil títulos de eleitor cancelados por falta de biometria; situação pode ser revista

Nas 15 cidades da região metropolitana onde houve obrigatoriedade do cadastro, 304 mil não fizeram o procedimento

Os eleitores que não fizeram a biometria obrigatória ou têm pendências com a Justiça Eleitoral devem ir ao Cartório Eleitoral até 6 de maio para regularizar a situação. Este é o prazo final para quem pretende votar nas eleições deste ano, quando serão definidos prefeitos e vereadores para o próximo mandato. 

Na Grande São Paulo, 15 cidades estavam com o cadastramento da biometria de forma obrigatória até o dia 19 de dezembro. De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 304 mil moradores dessas cidades não realizaram o cadastro e estão com a situação irregular para a votação deste ano. 

“Pessoas que perderam o recadastramento biométrico e tiveram o título cancelado, não justificaram a ausência nas últimas eleições ou ainda desejem alterar o domicílio eleitoral têm até esse dia [6 de maio] para se dirigirem ao cartório eleitoral mais próximo a fim de resolver suas pendências”, afirmou o TSE em comunicado.

A data de 6 de maio também é prazo final para quem for votar pela primeira vez este ano.

Cidades da Grande SP em que a biometria é obrigatória para votar em 2020
Municípios Não fizeram a biometria
Total de Eleitores
Cajamar 14.183 64.439
Embu-Guaçu 9.503 56.124
Ferraz de Vasconcelos 34.487 129.971
Francisco Morato 25.845 126.458
Itapecerica da Serra 35.460 118.505
Jandira 24.218 80.007
Juquitiba 5.054 23.812
Mairiporã 12.899 63.497
Poá 26.418 94.060
Ribeirão Pires 21.495 90.612
Salesópolis 2.845 15.179
Santa Isabel 7.302 42.644
São Caetano do Sul 28.711 141.688
São Lourenço da Serra 2.880 12.137
Taboão da Serra 52.727 216.778
Total 304.027 1.275.911

Na região metropolitana, o cadastramento era obrigatório nas cidades de Cajamar, Embu-Guaçu, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Itapecerica da Serra, Jandira, Juquitiba, Mairiporã, Poá, Ribeirão Pires, Salesópolis, Santa Isabel, São Caetano do Sul, São Lourenço da Serra e Taboão da Serra.

Em Taboão, mais de 50 mil pessoas não fizeram o cadastramento e tiveram o título cancelado. 

A biometria vem sendo implementada ao longo dos últimos anos em todas as cidades do Brasil. No entanto, a Justiça Eleitoral tem tornado obrigatório o cadastro em etapas.

Outras 23 cidades da região metropolitana, por exemplo, não tiveram ainda a obrigação de ser feito o procedimento. Em São Paulo, dos 8 milhões de eleitores, mais da metade já cadastrou a biometria. Na eleição passada, Guarulhos teve esse processo de forma obrigatória e foram 148 mil títulos cancelados.

Moradores das demais cidades podem procurar o Cartório Eleitoral para fazer o cadastramento de forma antecipada. A recomendação é fazer antes justamente para evitar filas.

Paulo Talarico

Editor-chefe de jornalismo, cofundador e correspondente de Osasco desde 2011. Formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, tem pós-graduação em jornalismo esportivo e curso técnico de locução para rádio e TV. Atualmente, estuda História na Universidade de São Paulo. Gosta de café, Osasco, livros, futebol e cinema.

Osasco

Comentários