APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Acontece Mural

Muralistas debatem gênero e transgênero no jornalismo brasileiro

Image

Por:

Publicado em 19.05.2017 | 16:53 | Alterado em 22.11.2021 | 16:43

Tempo de leitura: 1 minuto

As muralistas Beatriz Sanz e Lívia Lima, no dia 18 de maio participaram do Programa Talentos da Comunicação, no Campus Lapa da Faculdades Integradas Rio Branco.

A mesa ministrada pela professora Mara Rovida, foi composta por quatro convidados que levaram para o debate, a reflexão sobre a questão de gênero e transgênero no jornalismo brasileiro.

A muralista de Diadema, Beatriz Sanz foi convidada para falar sobre as vozes das mulheres negras no jornalismo brasileiro. Além de correspondente na Agência Mural, ela é feminista negra interseccional e estagiária do El país Brasil.

Já Lívia Lima, correspondente de Artur Alvim na Agência Mural, mestre em Estudos Culturais na USP e co-fundadora do coletivo de comunicação Nós, mulheres da periferia, levantou questões sobre a comunicação, gênero,raça e classe.

Já para falar sobre jornalismo, ética e alteridade com a população LGBT, o encontro contou com a participação de Gean Gonçalves, jornalista, professor, pesquisador, mestrando em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, que atuou como repórter em veículos da imprensa LGBT  como portal MixBrasil e revista Junior.

Outro convidado foi Gigi Pavanello que está no último ano de Jornalismo, pela faculdade Rio Branco, e desenvolve trabalho de conclusão de curso sobre Identidade de Gênero e Sexualidade entre os jovens .

Faculdades_Integrada_Rio_Branco

Republique

Faça com que essa história chegue para mais pessoas.

Republique o nosso conteúdo gratuitamente.

Regras:

Os títulos podem ser modificados desde que não mude o contexto;

Os textos devem ser publicados como estão na versão original, sem edição ou cortes;

Todas as republicações devem dar crédito para a Agência Mural e também os créditos dos profissionais envolvidos em sua produção, conforme aparece na publicação original;

As fotografias e outras imagens/artes podem ser republicadas com os devidos créditos;

Os vídeos republicados não devem passar por nenhum tipo de edição, devem conter os créditos da Agência Mural; para transmissão na TV, é preciso enviar um pedido para contato@agenciamural.org.br.

Reportagens publicadas no site www.agenciamural.org.br não podem ser revendidas.

Se possível, os materiais republicados devem mencionar o perfil da Mural nas redes sociais.

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.