APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
32xSP

Penha e Itaquera são as subprefeituras de SP com mais mortes por Covid-19

São 863 e 841 óbitos, entre suspeitos e confirmados, até o início de setembro; menores registros estão em Perus e Parelheiros

Image

Por: Redação

Publicado em 10.09.2020 | 18:44 | Alterado em 10.09.2020 | 18:44

Tempo de leitura: 2 min(s)
Image

Subprefeitura da Penha é formada por 4 distritos (Humberto Müller/32xSP)

As subprefeituras da Penha e de Itaquera, ambas na zona leste de São Paulo, registram mais óbitos causados pelo coronavírus (Covid-19) do início da pandemia, em março, até o dia 3 de setembro. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Na Penha foram contabilizadas 863 mortes neste período – 575 confirmadas e 288 suspeitas. A subprefeitura é formada pelos distritos de Artur Alvim, Cangaíba, Penha e Vila Matilde, onde vivem cerca de 474,6 mil pessoas.

Em 15 de abril, um mês após o início da quarentena no estado, a Prefeitura de São Paulo divulgou o primeiro balanço do coronavírus nas 32 subprefeituras. Na época, a Penha já liderava o número de casos fatais, com 79 vítimas, seguida pelas subprefeituras da Mooca (67), também na zona leste, e da Casa Verde/Cachoeirinha (63), na norte.

Image

Metrô Penha, na Linha 3-Vermelha (Humberto Müller/32xSP)

Em Itaquera (composta pelos distritos de Cidade Líder, Itaquera, José Bonifácio e Parque do Carmo) são 841 óbitos, sendo 603 confirmados e 238 suspeitos. A região tem cerca de 523,8 mil habitantes, sendo uma das mais populosas de São Paulo.

Na outra extremidade, as subprefeituras de Perus (formada por Anhanguera e Perus), no extremo norte, e de Parelheiros (com Parelheiros e Marsilac), no extremo sul, têm menos óbitos registrados: 178 e 198, respectivamente, entre suspeitos e confirmados.

As duas também são as subprefeituras menos populosas da cidade. São 146 mil habitantes em Perus e 139,4 mil em Parelheiros.

DISTRITOS COM MAIS VÍTIMAS

Em relação aos óbitos por Covid-19 nos 96 distritos de São Paulo, o levantamento mais recente da Prefeitura aponta que Sapopemba, na zona leste, é o distrito com mais mortes na capital paulista pelo terceiro mês seguido.

Foram 505 óbitos (confirmados + suspeitos) até o dia 31 de agosto. O distrito amarga o 1º lugar no “ranking” de mortes pelo coronavírus desde a segunda quinzena de junho.

LEIA TAMBÉM:
“As pessoas acham que quarentena é um jogo político”, diz moradora de Sapopemba

A Brasilândia, na zona norte, e o Grajaú, na sul, estão na sequência com 412 e 409 óbitos, respectivamente. Os dois distritos também estavam na 2ª e 3ª posição do ranking de casos, de acordo com os últimos balanços divulgados pela Prefeitura.

Image

Reprodução: Prefeitura de São Paulo

Para consultar os dados por subprefeituras ou por distritos, acesse o sistema TabNet da Prefeitura.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.