APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Sobre-Viver

Ceasa da Favela leva alimentos orgânicos às periferias

Próxima Parada troca uma ideia com Rafael Mesquita, responsável pelo Armazém Organicamente, no Capão Redondo, na zona sul de SP

Image

Por: Tamiris Gomes

Publicado em 09.12.2021 | 19:14 | Alterado em 09.12.2021 | 19:22

Tempo de leitura: 1 minuto

Imagina só consumir alimentos vindos diretamente da roça? No Capão Redondo, na zona sul de São Paulo, o Armazém Organicamente, conhecido como “Ceasa da Favela”, distribui alimentos orgânicos, principalmente para moradores das quebradas.

No episódio desta quinta-feira (9) do Próxima Parada, a gente troca uma ideia com Rafael Mesquita, responsável pela iniciativa. Ele fala sobre o cultivo dos produtos sem agrotóxico, em São Lourenço da Serra, município da região metropolitana, e como identificou a demanda da escassez por esses alimentos, com bom custo-benefício nas periferias.

O papo também segue com a consumidora dos orgânicos e nutricionista Renata Barretos. Confira:

Próxima Parada

Produzido pela Agência Mural e distribuído exclusivamente pelo Spotify, o Próxima Parada conta com a colaboração da nossa rede de correspondentes locais dos bairros periféricos da Grande São Paulo. Para ouvir o episódio, basta clicar neste link do programa e se cadastrar gratuitamente no aplicativo. De segunda a sexta-feira, sempre no final da tarde, um novo episódio fica disponível.

Ali, os apresentadores e repórteres Gabriela Carvalho e Rômulo Cabrera contam histórias, analisam fatos e apontam possíveis soluções para as demandas das quebradas. A edição de som é da Pammela Gentil. A distribuição nas redes sociais é da Ingrid Fernandes e a coordenação geral do podcast é do Vagner de Alencar.

Republique

Faça com que essa história chegue para mais pessoas.

Republique o nosso conteúdo gratuitamente.

Regras:

Os títulos podem ser modificados desde que não mude o contexto;

Os textos devem ser publicados como estão na versão original, sem edição ou cortes;

Todas as republicações devem dar crédito para a Agência Mural e também os créditos dos profissionais envolvidos em sua produção, conforme aparece na publicação original;

As fotografias e outras imagens/artes podem ser republicadas com os devidos créditos;

Os vídeos republicados não devem passar por nenhum tipo de edição, devem conter os créditos da Agência Mural; para transmissão na TV, é preciso enviar um pedido para contato@agenciamural.org.br.

Reportagens publicadas no site www.agenciamural.org.br não podem ser revendidas.

Se possível, os materiais republicados devem mencionar o perfil da Mural nas redes sociais.

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.