APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Notícias

Dia dos namorados: juntos pelo amor, separados pelo coronavírus; ouça o podcast

Casais de namorados compartilham suas histórias e contam como é amar em tempos de pandemia

Image

Por: Redação

Notícia

Publicado em 13.06.2020 | 22:49 | Alterado em 13.08.2020 | 22:52

A quarentena atingiu mais uma data comemorativa, 12 de junho, dia dos namorados. As redes sociais se encheram de amor e por isso o “Em Quarentena” bateu um papo com casais para saber como é amar em tempos de pandemia.

A primeira pessoa que abriu o coração foi a moradora de Santana, na zona norte de São Paulo, Yasmin, que namora Vinícius há 1 ano e 9 meses. Ele é fisioterapeuta e trabalha em um hospital. Por isso, o casal optou por não se verem durante a quarentena. 

“A decisão de a gente não se ver [durante a quarentena]. Foi de ambas as partes porque eu moro com minha mãe. Ela não é do grupo de risco, mas a gente vê que essa doença mata qualquer pessoa, em qualquer idade e dá muito medo”. (ouça a partir de 01:07)

O casal de Santana nunca tinha ficado longe um do outro por tanto tempo. Ela comentou como tem sido. “Tem uns momentos de revolta, por entrar nas redes sociais e ver a galera furando a quarentena a todo momento, se reunindo, fazendo festinha, vendo namorado, vendo ficante, enfim. Então tem os momentos que bate aquela revolta também e que você acredita ser a única pessoa que está respeitando a quarentena” (a partir de 01:31)

Yasmin falou também sobre um post que escreveu e que repercutiu nas redes. Na publicação ela contava que, apesar de morar no mesmo bairro do namorado, os dois estavam seguindo à risca a quarentena. (em 02:06)

De Cotia, na região metropolitana de São Paulo, Ronaldo também compartilhou com o podcast da Agência Mural como está sendo ficar distante da namorada Bárbara, mesmo tendo uma viagem marcada em que eles celebrariam os dois anos de namoro.

“[A viagem de comemoração] teve que ser trocada por uma visita muito rápida e pouco contato físico, com máscara e sem beijo. Só fui até lá, entregar chocolates e voltei pra minha casa. Foi meio frustrante porque a gente passou um bom tempo planejando isso e imaginando como seria a viagem”. (em 02:48)

Ele ainda deixou um recado para outros casais que estão vivendo a mesma situação. “Sei como é difícil, mas é necessário no momento o isolamento. É a única arma que a gente tem para combater a pandemia. É um vírus desconhecido, não temos vacina, nem remédio. A situação dos hospitais públicos não é boa. A gente tem que contribuir para nossa saúde e com a sociedade ficando em casa”. (em 03:09)

Outro casal da zona norte, Jéssica e Diego, também conversou com  o “Em Quarentena”. Eles são de Perus. Antes da pandemia, Diego tinha aceitado uma oportunidade de trabalho no Chile. O plano do casal era viver entre o Brasil e o Chile. Mas por causa da Covid-19, Diego precisou voltar para Perus. 

Apesar do retorno do namorado ao bairro, Jéssica explicou que o casal ainda segue distante. “Nesse momento a gente não pode ficar junto ainda porque ele chegou de viagem, pegou avião. Então a gente precisa namorar, de novo, a distância”. (em 04:27

Diego, que segue respeitando as duas semanas de quarentena, falou sobre o distanciamento da namorada. “Por enquanto, está rolando uma questão de se ver a distância e com máscara. É complicado porque você quer abraçar e beijar a pessoa e não pode. Acaba sendo um pouco frustrante esse reencontro, ainda mais depois de tanto tempo se nos ver”.  (em 04:39

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #52: Dia dos namorados: juntos pelo amor, separados pelo coronavírus. 

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.