APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Notícias

Praça que homenageia Elis Regina ganha wi-fi e atrai moradores do Butantã

Image

Por: Redação

Publicado em 05.08.2016 | 22:00 | Alterado em 05.08.2016 | 22:00

Tempo de leitura: 2 min(s)

Todos os dias há partidas de dominó na Praça Elis Regina, que fica na região do Butantã, zona oeste da cidade de São Paulo, garantem Geraldo Formiga, 65, e Antonio Spinola, 72. Os dois moram na região há 40 e 50 anos, respectivamente, e frequentam assiduamente o espaço. “É uma praça que sempre foi viva e a movimentação sempre foi grande. Funciona 24 horas. À noite o pessoal faz corridas em volta dela”, conta Formiga após ter a partida de dominó com Spinola interrompido pela reportagem do 32xSP. Ele lembra que a área antes era um córrego, que chegou a ser canalizado, até a inauguração da praça, em 1984, com o nome da cantora Elis Regina, em homenagem à sua memória.

O verde e a extensa área do espaço revitalizado na subprefeitura do Butantã não são o principal motivo pelo qual as estudantes Larissa Ahmed, 13, e Valesca Batista, 15, frequentarem a praça, mas o acesso gratuito à internet, pela rede wi-fi, que passou a funcionar em abril deste ano. “Eu mexo no celular aqui, o povo senta, mexe, fica tranquilo”, conta Larissa, quando questionada sobre a segurança do local. Ela mora na região desde criança e sempre visitou Elis Regina com seu pai.

Já Valesca veio há um ano de Sorocaba, no interior de São Paulo, para morar no bairro e não costumava frequentar praças na antiga cidade. “Eu acho boa para as crianças brincarem e para fazer caminhada”, destacando outros benefícios além da internet livre da praça que passou a funcionar em abril deste ano, após receber ações de uma iniciativa privada que facilitou a mobilização da comunidade para melhorias nela, com articulações junto à Prefeitura de São Paulo.

A implantação de conexão wi-fi aberta na Praça Elis Regina está no Plano de Metas da gestão do prefeito Fernando Haddad (PT). É a meta 73, que prevê que 42 espaços públicos da cidade sejam atendidos. Na Subprefeitura do Butantã estão previstas ainda a implantação nos parques Alfredo Volpi e Raposo Tavares, e as praças Noriwuky Yamamoto e Wilson Moreira da Costa.

Em relação às áreas verdes, a subprefeitura possui 5,41 m² para cada morador, segundo dados do Observatório Cidadão, obtidos por meio do IBGE, do SVMA (Departamentos de Planejamento Ambiental e Parques e Áreas Verdes), da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano.

São 45% a menos do que recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS) que estabeleceu a meta de 12 m² por habitante, indicativo para que o poder público se esforce em criar ou ampliar espaços de preservação de área verde, tanto para conservação de ecossistemas, com uso restrito para pesquisa, quanto para lazer, com uso intensivo como parques e praças.

“É uma praça excelente. Todo mundo adora”, ressalta Formiga. E Spinola só dá mais uma sugestão: “Deveriam colocar bebedouros”. Terminada a entrevista, os dois voltam para a partida de dominó.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.

Nenhum campo encontrado.