APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
32xSP

Sapopemba, na zona leste, lidera número de mortes por covid-19 em SP

Com 300 óbitos pelo coronavírus, distrito da zona leste ultrapassou a Brasilândia, que ocupava o 1º lugar no último levantamento da prefeitura

Image

Por: Redação

Publicado em 22.06.2020 | 18:35 | Alterado em 22.06.2020 | 18:35

Tempo de leitura: 2 min(s)
Image

Avenida Sapopemba, na zona leste de São Paulo (Ira Romão/32xSP)

Sapopemba, na zona leste de São Paulo, registrou 300 mortes pelo novo coronavírus até 18 de junho, tornando-se o distrito com mais casos fatais na capital paulista, de acordo com o novo levantamento divulgado pela prefeitura. Foram 55 novas vítimas desde o boletim epidemiológico anterior, em 05 de junho – um aumento de 22,4%.

No início do mês, o 32xSP conversou com moradores de Sapopemba que se recuperaram da covid-19. Eles apontaram dificuldades que a região enfrentava para se proteger da pandemia. Ainda assim, era comum ouvir casos de pessoas que não respeitavam corretamente o distanciamento social.

“No começo, o pessoal até aceitou bem. Mas depois, quando começaram a surgir dúvidas sobre a doença e questionamentos (da parte do governo mesmo), as pessoas passaram a furar a quarentena”, contou a arquiteta Talita Florêncio à nossa reportagem.

LEIA MAIS:
“As pessoas acham que a quarentena é um jogo político, e não uma questão de saúde”, diz moradora de Sapopemba

A Brasilândia, na zona norte, que liderava o número de mortes nos últimos levantamentos, aparece em segundo lugar, com 277 óbitos. Os índices também são altos no Grajaú (267), no Jardim Ângela (240) e no Capão Redondo (237) – todos os três ficam na zona sul e também já registravam altos números nas semanas anteriores.

Os menores registros estão em Marsilac, no extremo sul da cidade, com 9 mortes; em Jaguara (zona oeste), com 19; e na (centro), com 25 registros de moradores que não resistiram à doença.

VEJA TAMBÉM:
– Moradores cobram um hospital de campanha na zona leste
– Em 2 meses, 12 mil paulistanos foram internados com covid-19

O levantamento da prefeitura considerou 10.763 dos 11.253 óbitos por covid-19 registrados no município de São Paulo do dia 11 de março até 18 de junho. Desse número, 6.215 foram confirmados para covid-19 e os outros 5.038 seguem como suspeitos.

Em todo o estado, são 12.588 óbitos e 219.185 casos confirmados de coronavírus até o último domingo (21). Ao todo, 37.976 pacientes foram internados, curados e tiveram alta hospitalar.

Image

Reprodução: Prefeitura de São Paulo

receba o melhor da mural no seu e-mail

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.