• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Como manter a saúde mental nas periferias; ouça o podcast

Especialistas dão dicas de como tentar manter o equilíbrio durante o período de pandemia

Ansiedade, medo, tristeza são alguns dos sentimentos comuns entre as pessoas durante a quarentena. A incerteza do futuro é algo que pode balançar nossa saúde mental. O “Em Quarentena” conversou com moradores das periferias que realizam atendimentos psicológicos e estão sentindo os impactos do coronavírus também na sua saúde mental. 

O podcast da Agência Mural falou ainda com especialistas que deram dicas de como manter o equilíbrio durante este período.

Fátima mora em Carapicuíba, na Grande São Paulo, e faz atendimento psicológico pelo SUS. Ela falou sobre isso. “A gente está de perna e mãos atadas. Sem médico, sem remédio e passando por tudo isso”. (ouça a partir de 00:51)

A moradora de Carapicuíba afirmou que está sem atendimento desde o começo de março. “Fui na segunda consulta e o médico já não estava mais. Estava começando a quarentena e tive que passar no clínico geral para pegar a receita porque meu médico já não estava [atendendo] mais”. (a partir de 01:04)

Gabriela, da zona leste de São Paulo, está fazendo terapia online e contou como tem mantido a saúde mental. “O que eu tenho feito é tentar manter uma rotina de meditação por aplicativo e tentar reservar o meu tempo de prazer e lazer, tirando a cabeça do trabalho e estudo”. (ouça em 01:18)

A psicóloga Fernanda Sato, coordenadora do Núcleo Entretempos, que atua com direitos humanos e assistência social, explicou que estamos passando por um momento novo que pode gerar esses sentimentos ruins.

“Tudo bem a gente se sentir assim. Não estamos vivendo num período de férias, nem um período de parada escolhida. E sim, uma parada forçada em meio a muita coisa desconhecida. […] Então é muito importante a gente acolher essas angústias nesse processo”. (ouça em 01:47

Fernanda é uma das criadoras do projeto “Como Um/Em Comum”, que ofereceu escutas terapêuticas e trocas em grupo de forma online e gratuita para profissionais que estão trabalhando durante a pandemia. As inscrições foram até 28 de abril. 

“As inscrições para os atendimentos individuais podem ser feitas por email nucleoentretempos@gmail.com ou pelo nosso site www.nucleoentretempos.com.br, pela aba contatos”. (em 02:41

No Grajaú, na zona sul da cidade, o coletivo “A Bordar Espaço Terapêutico”, antes do coronavírus já falava de saúde mental nas periferias. Lídia é uma das integrantes. Ela deixou um recado. 

“Depressão não é doença de rico e nossa terapia não é lavar roupas ou louça. Nós precisamos e temos direito de sermos ouvidos e ouvidas”. (em 03:14)

Para aqueles que tiverem precisando conversar, o podcast da Agência Mural sugeriu ligar para o Centro de Valorização da Vida, pelo telefone 188, que atende pessoas gratuitamente, 24 horas por dia e você não precisa se identificar. 

E para encerrar, as especialistas que participaram deste episódio deixaram algumas dicas para que todos consigam manter a saúde mental equilibrada.

Lídia destacou a importância da harmonia no lar. “Suspender os conflitos mais cotidianos, trocar com as pessoas da sua casa para além dos afetos positivos, discutir sobre quais coisas a gente pode agora colocar num acordo de boa convivência, neste período em que ficaremos muito mais tempo juntos em casa”. (em 04:03)

Já a psicóloga Fernanda aconselhou evitar um pouco o contato com as notícias e disse que é fundamental poder contar com outras pessoas. “O que pode ajudar muito na saúde mental e na saúde geral de todo mundo, porque corpo e saúde mental não são coisas separadas, é pensar como podemos estar juntos e contar um com o outro. É um momento muito importante da gente investir em se relacionar”. (em 04:31)

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #11: Como manter a saúde mental nas periferias.

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Grande São Paulo

Comentários