APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Sobre-Viver

Vacinação de crianças contra Covid-19: entenda como vai ser a campanha em São Paulo

Doses serão aplicadas a partir de segunda-feira (17) em crianças de 5 a 11 anos; saiba o passo a passo

Image

Por: Cleberson Santos

Notícia

Publicado em 13.01.2022 | 13:40 | Alterado em 17.01.2022 | 21:20

Tempo de leitura: 3 minutos

A Prefeitura de São Paulo vai iniciar na segunda-feira (17) a vacinação de crianças contra a Covid-19. A vacina estará disponível para as crianças entre 5 e 11 anos. 

A meta do governo estadual é aplicar a primeira dose em 4,3 milhões de crianças nas próximas três semanas.

A campanha se inicia 12 dias após o Ministério da Saúde autorizar a imunização das crianças, no último dia 5, e quatro dias após o desembarque das doses pediátricas no Brasil.

O imunizante que será usado para essa fase da vacinação será o da Pfizer, o único que obteve liberação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para uso pediátrico.

Apesar do lobby do presidente Jair Bolsonaro (PL) e parte dos seus apoiadores, não será exigida prescrição médica ou autorização por escrito para a vacinação das crianças. Porém, os pais e/ou responsáveis devem acompanhar a criança no momento da vacinação.

Vacinação de crianças

A prefeitura anunciou que a campanha começará pelas crianças com 11 anos. Somente após a aplicação nas 168 mil crianças desta faixa etária que será liberada a vacinação para as idades entre 5 e 10 anos.

Não é necessário fazer agendamento para a vacinação, porém já é possível realizar o pré-cadastro no site do governo estadual para evitar filas na ida ao posto de saúde.

A segunda dose será aplicada após um período de oito semanas, apesar de a bula permitir que a imunização completa possa ser feita após três semanas.

Todas as 469 UBS (Unidades Básicas de Saúde) da capital estarão atendendo ambas as etapas da vacinação. A Secretaria Estadual de Saúde descartou a aplicação de vacinas em escolas, medida que está sendo adotada por cidades da região metropolitana.

Além das UBSs, também é possível fazer a imunização contra o novo coronavírus nos megapostos, no sistema drive-thru, em farmácias parceiras e em 82 unidades do AMA. A lista completa dos endereços está disponível no site da Prefeitura.

Carteira de vacinação contra Covid-19 para crianças @Divulgação

Mesmo com o início da vacinação infantil, a campanha de imunização da população adulta segue em andamento. Pessoas com mais de 12 anos podem procurar os postos de saúde para a aplicação da primeira dose ou segunda dose.

Já o reforço está disponível para todos que tenham completado o calendário vacinal há pelo menos quatro meses – ou dois meses, no caso dos vacinados com a dose única do imunizante da Janssen.

Até o dia 13 de janeiro, a cidade de São Paulo já havia aplicado mais de 24 milhões de vacinas, sendo 3 milhões doses de reforço.

Cleberson Santos

Jornalista, não sabe chutar uma bola direito, mas se aventura no jornalismo esportivo há alguns anos, e também já escreveu sobre tecnologia e impacto social. Ama playlists aleatórias e tenta ser nerd, apesar das visitas visitas ao Netflix estarem cada vez mais raras. Correspondente do Capão Redondo desde 2019.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.