Rua Uva Natal, Guitarras, Mickey e outros endereços curiosos nas periferias de SP

Nomes de frutas, países, instrumentos e personalidades batizam ruas de São Paulo. Conheça alguns CEPs bem engraçados e peculiares

Localizada em uma área de proteção manancial, a Vila Natal é repleta de ruas com nomes de frutas, como a rua Abacaxi (foto). Crédito: Jéssica Bernardo / Agência Mural

Já parou para prestar atenção nos nomes que as ruas recebem? Costumamos ver que existem datas e nomes de personalidades históricas, por exemplo, na Penha, zona leste, temos a Rua 26 de Abril. Diz a página História das Ruas de São Paulo, do Arquivo Histórico da capital, que é a data em que Frei Henrique de Coimbra celebrou a 1ª missa no Brasil em 1500. Já sobre a 26 de Abril localizada no Grajaú, não há referências. Será por causa da mesma missa?

Contudo, também há os nomes que são considerados curiosos ou cômicos, que já foram personagens de listas na mídia, caso da Rua Borboletas Psicodélicas, no Jabaquara, zona sul. Assim, resolvemos caminhar por alguns distritos da capital e da Grande São Paulo para observar mais nomes nas periferias. Do Jardim Ângela, na zona sul, a Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, repare no que encontramos.

Jardim Ângela

No Jardim Ângela, zona sul de São Paulo, podemos encontrar ruas com nomes de instrumentos musicais, como Rua dos Violoncelos, Clarins, Contrabaixos, Flautins, Tímpanos, Trombones, Oboés, Gaita de Fole, Pirone, Fonógrafo, Guitarras, Flautas Transversais e Flajolé. As vias foram “batizadas” entre os anos de 1979 e 1981. Já a antiga Rua Particular, há 20 anos se chama Travessa Maestro Massaino. A mudança aconteceu devido a um pedido dos moradores por meio de um abaixo-assinado. Desejavam que o logradouro tivesse relação com as vizinhas de instrumentos.

\
Ruas do Flajolé, do Fonógrafo e da Gaita de Fole, no Jardim Ângela. Fotos: Cíntia Gomes / Agência Mural

Segundo Amário de Souza Amaral, 52, cabeleireiro e morador da região, mais conhecido como ‘Zan’, as ruas foram nomeadas dessa maneira porque antigamente ali vivia um fazendeiro cuja família fazia instrumentos musicais. “Qualquer pessoa que mora aqui há mais tempo conhece essa história assim”. Inclusive, o próprio ‘Zan’ possui nome relacionado a música. “As pessoas me conhecem mais como Zan, por causa de um sanfoneiro da Bahia que meu pai gostava muito e, se chamava assim. Quando ele foi me registrar, não colocaram o Zan que ele queria, e como não sabia ler achou que tivesse dado certo. Ele chegou em casa e disse que meu nome era Amário Zan, mas na verdade era só Amário. Cresci com todo mundo me chamando de Zan e até hoje ficou”, conta.

Capão Redondo

Especificamente no bairro Jardim Vaz de Lima, zona sul, estão as ruas Dança da Cigana, Diafonia e Polifonia.

Ruas da Dança da Cigana e da Diafonia, no Capão Redondo. Fotos: Dalton Assis / Agência Mural

Grajaú

O Grajaú, ainda na zona sul de São Paulo, possui um bairro que se chama Vila Natal. Por lá, as ruas possuem nome de uma fruta acompanhada da palavra Natal, como Abacaxi, Uva, Mutamba e Ingá Natal. O bairro se chama dessa maneira por ter sido fundado no fim de 1988, próximo ao feriado de 25 de dezembro. Já a inspiração para os nomes das ruas veio da grande quantidade de hortas e árvores frutíferas que existiam na fazenda da região.

Rua Abacaxi Natal, no Grajaú. Fotos: Jéssica Bernardo / Agência Mural

Tremembé

Indo para a zona norte, encontramos no distrito Tremembé, ruas com nomes de pássaros e plantas. Alguns exemplos são: Rua das Gaivotas Atlânticas, Andorinhas Migratórias, Juritis Paulistas, Bem-Te-Vis do Imperador, Harpias Amazonenses, Sabiás da Cantareira, Azaléias e Orquídeas, localizadas nos bairros Vila Ayrosa, Recanto Verde e Flor de Maio.

Ruas Recanto Verde, das Gaivotas Atlânticas e das Andorinhas Migratórias, no Tremembé. Fotos: Karina Oliveira e Priscila Gomes

Segundo o Arquivo Histórico de São Paulo, a Rua das Gaivotas Atlânticas recebeu esse nome devido a um pedido dos moradores, representados pela “Associação Amigos bairro de Vila Ayrosa”, em 2002. Contam que, anteriormente, o nome era “Jacob Vaet”.

Artur Alvim

No Jardim Nordeste, bairro de Artur Alvim, zona leste, muitas ruas homenageiam localidades nordestinas, como Cajupiranga (RN), Itapipoca (CE), Juazeiro do Norte (CE) e Crato (CE). Quebrando o padrão, há uma que é paranaense, a Piraquara.

Rua Piraquara, em Artur Alvim. Fotos: Lívia Lima / Agência Mural

Itapecerica da Serra

Em Itapecerica da Serra, cidade da Grande São Paulo, o bairro Parque Paraíso possui ruas e avenidas com nome de países. Por exemplo, Estados Unidos, Argentina, Itália, China, Japão, Angola e Marrocos. Todavia, entre os países aparece Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Avenida Niterói, Ruas Angola e Estados Unidos, no Parque Paraíso, Itapecerica da Serra. Fotos: Géssica Carvalho / Agência Mural

Em São Bernardo do Campo, cidade da Grande São Paulo, no bairro Jardim Calux, estão as Ruas Elis Regina, cantora de MPB, Noel Rosa, sambista, Lauro Gomes, político, e Ayrton Senna, piloto de fórmula 1. Mais de 20 anos atrás, as vias públicas do Jardim Calux eram conhecidas por números e não possuíam CEP.

Ruas Elis Regina, Lauro Gomes e Noel Rosa, no Jardim Calux, São Bernardo do Campo. Fotos: Kátia Flora / Agência Mural

Mais ruas com nomes engraçados e curiosos

No Jardim Dourado, bairro de Ferraz de Vasconcelos, Grande São Paulo, podemos perambular pelas Ruas Mickey, Minnie, Tio Patinhas e Walt Disney. Na Vila Socialista, em Diadema, Grande São Paulo, ficam as Ruas Karl Marx, Che Guevara, Engels e Carlos Lamarca.

Em AE Carvalho, bairro da zona leste de São Paulo, existe a Travessa Cabeça Encarnada, nome de um pequeno pássaro. Já em Ermelino Matarazzo, você pode morar nas Ruas Sucupira do Norte, Pastoril de Nanuque e Açaípe.

E no seu bairro? Tem alguma rua com nome peculiar? Conta para gente.

Produção e edição: Priscila Pacheco, correspondente do Grajaú

Colaboração: Beatriz Sanz, Cíntia Gomes, Dalton Assis, Géssica Carvalho, Gustavo Soares, Humberto do Lago Müller, Jéssica Bernardo, Karina Oliveira, Kátia Flora, Livia Lima, Lucas Landin, Priscila Gomes

Correspondentes de Diadema, Jardim Ângela, Capão Redondo, Itapecerica da Serra, Ermelino Matarazzo, Mairiporã, Grajaú, Vila Ayrosa, São Bernardo do Campo, Artur Alvim, Itaquaquecetuba e Vila Zilda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *