Agência Mural entrevista ministro da Educação

O Congresso Internacional de Jornalismo de Educação, realizado de 6 a 7 de agosto, teve como tema principal “A cobertura da educação nas eleições”. A 2ª edição, contou com a participação da Agência Mural na “Jeduca entrevista: ministro da Educação”.

A entrevista com o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, aconteceu no primeiro dia do evento e foi realizada pelas jornalistas Cíntia Gomes (Agência Mural), Flávia Foreque (TV Globo) e Paulo Saldaña (Folha de S. Paulo). O trio fez perguntas sobre bolsas de estudo da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), BNCC (Base Nacional Comum Curricular), formação de professores e Reforma do Ensino Médio.

Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, durante entrevista no Congresso (Alice Vergueiro)

O ministro afirmou que é preciso mudar o ensino médio. “Tem como aumentar mais ainda a desigualdade? Estamos no fundo do poço. Há três edições da Prova Brasil sem avanços no ensino médio. Tratar todo mundo igual não tem dado certo”, declarou o ministro.

A jornalista Cíntia Gomes questionou se o Enem e os vestibulares vão se adequar à reforma, principalmente pensando nos alunos das escolas públicas.

De acordo com Rossieli,  é importante as mudanças chegarem ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) já a partir de 2020. “O ministério está propondo a discussão de competências e habilidades para diferentes realidades do Brasil e o Enem precisa mudar”, afirmou.

Ao menos 430 pessoas participaram dos dois dias de evento. Entre os integrantes da Agência Mural, também foram conferir as discussões e novidades, Izabela Moi, Karol Coelho, Priscila Pacheco, Vagner de Alencar, Gabriela Costa, Luana Nunes e Rodrigo Emanuel.