• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Cinema fantástico, afrofuturismo e saraus preenchem o ‘Rolê na Quebrada’ desta semana

Semanalmente, a Agência Mural faz indicações de atividades nas periferias de São Paulo para curtir online

Mais uma semana em estamos aqui para indicar os melhores rolês nas periferias de São Paulo. Por conta da pandemia, não podemos esquecer dos cuidados e todos os eventos sugeridos são online. Não precisa sair de casa para curtir. 

A gente também gostaria de receber de vocês indicações de eventos e artistas das periferias. O processo é simples, basta mandar o material para o nosso WhatsApp no (11) 93349-1709. 

E, agora, vamos ao que interessa! 

CINEMA FANTÁSTICO

O real, o estranho, o absurdo e o afrofuturismo. Gêneros e subgêneros do cinema fantástico estão contemplados no 1º Festival de Cinema Brasileiro Fantástico Online, que segue até terça-feira (18). 

Gratuito e totalmente virtual, o evento vai exibir longas e curtas-metragens divididos em três mostras: “Retrospectiva”, “Realizadores Fluminenses” e “Inéditos do Brasil”, além de promover lives, sessões comentadas e uma masterclass

Quem curte cinema poderá assistir a 41 produções brasileiras. Durante todos os dias do festival estarão disponíveis oito longas e 32 curtas. Com exceção do filme “Sol Alegria” que, em exibição especial, ficará disponível por 24 horas. 

Para assistir aos filmes, só acessar a plataforma Darkflix/Wurlak. É necessário um breve cadastro com nome, e-mail e senha para o login. Confira a programação completa no site da mostra

LITERATURA

No sábado (15), às 15h, rola o sarau Poesia é da Hora. O evento vai ser online no canal do YouTube do projeto. O link está aqui.

No domingo (16), tem o Perifatividade, às 16h. Contará com show da Souto MC e a presença de vários poetas das periferias, como o Victor Rodrigues. Fique de olho nas redes sociais deles para não perder nada. 

RENATO GAMA

Direto da Vila Nhocuné, zona leste de São Paulo, o cantor e compositor Renato Gama é a indicação musical de hoje. Em seus trabalhos, traz as narrativas das pessoas negras, com pontos significativos da ocupação africana nos territórios brasileiros.  

Cantor e compositor Renato Gama | Divulgacão

O músico acredita no afeto como conexão para as amarras pessoais, além de criar um cenário onde o aquilombamento se torna fundamental para gerir espaços de segurança. 

Seu último trabalho lançado é “AfrôGira”, álbum duplo. O primeiro disco traz canções que abordam poeticamente temas como os códigos de segurança implementados nos espaços de convivência de pretas, pretos e brancos pobres.

A segunda parte conta com sambas de roda e outras composições nas quais a festa se faz presente, mostrando como as celebrações coletivas se tornaram potências para encarar adversidades impostas pela sociedade.

Gostou? Acompanhe as dicas também pelo Instagram!
Até semana que vem. Se cuidem. 😉

Lucas Veloso

Jornalista, cofundador e correspondente de Guaianases desde 2014.

Guaianases, São Paulo

Comentários