• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Como o coronavírus afetou uma comunidade indígena no Xingu; ouça o podcast

Com a falta de medidas direcionadas ao povo indígena, vice-cacique da Comunidade Iawá cria cartilha informativa para orientar os povos da região de Xingu

O Em Quarentena” pegou uma ponte aérea virtual e foi até Volta Grande do Xingu, no Pará, região norte do Brasil, para bater um papo com a vice-cacique e estudante de medicina Lorena Curuaia. Ela contou como o coronavírus afetou a rotina da Comunidade Iawá e falou sobre a falta de apoio, sobretudo, do governo.

“A Volta Grande do Xingu, onde é a nossa comunidade, que é a Comunidade Iawá, vem sofrendo muitas coisas, já com a hidrelétrica de Belo Monte. E agora com esse Covid, só abalou mais ainda as coisas, todo esse cenário”. (ouça a partir de 00:01)

Lorena se divide entre morar na cidade de Altamira e na comunidade indígena Iawá, onde é a segunda liderança. Ela explicou que por lá, o coronavírus afetou bastante a comunidade, inclusive no artesanato, na agricultura, na culinária e nas festas, porque tudo era feito em conjunto.

“Nós tivemos vários casos registrados dentro da comunidade. Cerca de vinte e poucas pessoas. Graças a Deus, a gente conseguiu conter isso e tomar medidas sozinhos para que não viesse avançar essa doença dentro da comunidade”. (a partir de 01:11)

A vice-cacique compartilhou o maior temor de seu povo. “Nós tínhamos medo [do vírus] pegar na nossa matriarca que é a última, não tem outra matriarca mais velha que ela. Então conseguimos que não chegasse até ela, a isolando”. (ouça em 01:31)

Sem qualquer apoio, inclusive por parte do governo, para conseguir medicamentos, Lorena chegou até mesmo a recorrer ao Ministério Público. 

Ela falou também para o podcast da Agência Mural sobre  a cartilha informativa que criou ao lado de outros estudantes para alertar as populações indígenas da região.  

“Nós fizemos ela, na primeira versão, em português e em Caiapó. Depois foram repassadas em outras línguas para dentro das comunidades do médio Xingu. Ela foi voltada para proteção dos nossos povos. Para alertá-los a ter cuidado e sobre as formas de prevenção”. (ouça em 02:12)

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #09 – Segunda Temporada: Como o coronavírus afetou uma comunidade indígena no Xingu.

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Grande São Paulo

Comentários