APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Ponto a Ponto

Confira o tamanho dos vãos de todas as estações da CPTM; recorde é de 46 cm

Image

Por Redação | 09.08.2017

Publicado em 09.08.2017 | 11:37 | Alterado em 11.06.2018 | 11:24

Levantamento da Agência Mural mostra o tamanho da distância de todas as estações da CPTM na Grande São Paulo

Vãos de até 46 centímetros estão espalhados pelas estações de trem da Grande São Paulo (Foto: Cleber Arruda/Agência Mural)

Andar pelas estações de trem em São Paulo exige superar algumas barreiras. Além de enfrentar a lotação nos horários de pico e as filas para compra das passagens, a entrada em cada carro se torna um ato de coragem por conta da distância entre o trem e a plataforma em várias partes da Grande São Paulo.

A Agência Mural fez um levantamento e mediu todos os espaços em 91 estações da CPTM. O resultado é o relato de vítimas que caíram no vão e problemas de acessibilidade. Confira a reportagem “Com vãos até 4 vezes maiores do que o ideal, CPTM tem mil quedas em 1 ano”, produzida pela Agência Mural no jornal Folha de S. Paulo.

Os dados também mostram estações em curva e o fato de que a grande maioria das plataformas varia em cada sentido de uma mesma estação. Abaixo, você pode conferir as medidas de todas as estações e as características de cada local. E, claro, cuidado com o vão.


Linha 7 — rubi: Com plataformas em curva, a linha rubi apresenta uma curiosa característica: o vão é o que tem maior variação. Em Francisco Morato, na Grande São Paulo, por exemplo, a distância vai de 15 cm a 30 cm num mesmo espaço. Foram medidas as distâncias nos carros centrais dos trens, o que levou a estação de Perus, na capital, a ter 7 cm em um trecho, mas com espaços maiores para quem pegasse o trem em outro ponto.

Distância do vão entre o trem e as plataformas nos sentidos em centímetros:


Linha 8 — diamante: A linha que liga o centro de São Paulo a cidade de Itapevi tem dois trechos em que o vão se torna mais delicado. Um deles está na estação de Osasco, uma das mais movimentadas da CPTM. O recorde da diamante, porém, está em Barueri, na estação Antônio João, que dá acesso a um shopping center e a unidades de ensino.


Linha 9– esmeralda: Responsável por ligar o Grajaú, na zona sul da capital, a zona oeste, a linha esmeralda apresenta a segunda menor média na distância do vão entre o trem e a plataforma, com 16,7 cm, levando em conta os dois sentidos. Os trechos maiores estão nas estações Presidente Altino e Osasco, na Grande São Paulo.


Linha 10 — turquesa: Única linha que chega ao ABC paulista, a turquesa tem seu pior vão na última estação, em Rio Grande da Serra, onde os usuários superam 34 cm para chegar ao trem. Em Santo André, a estação Prefeito Saladino, chega a 28 cm.


Linha 11- coral: Trecho mais movimentado da CPTM e que liga a capital à região de Mogi das Cruzes, a linha coral é a que tem a menor média de distância entre os vãos (são 15 cm). O problema, porém, está no fato de que várias estações possuem desnível entre o trem e a plataforma. Ela é a recordista em quedas com 530 apenas no ano passado. A distância mais delicada fica por conta do terminal Estudantes, com 28 cm.


Linha 12 – safira: Recordista em média com a maior distância entre o trem e a plataforma, a linha safira faz o trajeto pela zona leste da cidade e liga municípios da Grande São Paulo como Poá e Itaquaquecetuba. A região registrou o maior vão entre as 91 estações verificadas em Aracaré, com 46 cm.

Distâncias entre o trem e a plataforma em todas as estações

Por Paulo Talarico, Jéssica Moreira, Karina Oliveira, Lucas Landin, Lucas Veloso, Priscila Pacheco e Tamiris Gomes.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.