APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias

Por: Eduardo Silva | Mateus Fernandes

Notícia

Publicado em 21.03.2022 | 11:13 | Alterado em 22.03.2022 | 12:07

Tempo de leitura: 3 min(s)

Não é apenas na fictícia Gotham City, dos quadrinhos da DC Comics, que o Batman é conhecido. Nas quebradas de “Guarulhos City”, o homem-morcego também faz sucesso entre os moradores. Um deles é fã da cultura nerd há mais de 30 anos e decidiu realizar o sonho de ter uma “batcaverna” dentro de casa.

O responsável por isso é o guarulhense José França, 50, mais conhecido como Zeca. Morador do Parque Santo Antônio, bairro da cidade da Grande São Paulo, ele construiu o espaço com a ajuda dos familiares, reunindo mais de 600 peças originais e customizadas.

“Sempre tive o sonho de ter minha própria batcaverna. Graças ao incentivo das minhas filhas e minha irmã, pude tirar esse projeto do papel”, afirma.

Nos quadrinhos, a batcaverna funciona como o quartel-general do Batman (cuja identidade secreta é o bilionário Bruce Wayne) e está localizada em uma gruta abaixo dos alicerces da mansão do personagem.

Em Guarulhos, o espaço fica aos fundos da residência de Zeca. O ambiente escuro, as paredes pontiagudas e uma mini cachoeira feita com uma bomba d’água simulam o esconderijo do super-herói em um cômodo de 2,5 m².

Fã do Batman, o guarulhense criou a própria batcaverna @Mateus Fernandes/Agência Mural

Parte da decoração foi feita a partir de itens recicláveis encontrados no lixo e restos de materiais de obras – facilitados pela profissão de carpinteiro do morador. “Minha verdadeira paixão está na arte de recriar os personagens a partir de peças recicláveis ou antigas”, diz.

Um desses objetos é a miniatura do “batmóvel”, o automóvel utilizado pelo homem-morcego nas histórias, feito com peças de furadeira, carcaças e outros materiais.

“O mundo nerd sempre esteve presente na minha vida. Minha avó amava o ator Adam West que interpretou o Batman dos anos 1960, eu sempre assistia sonhando em ter um batmóvel”, revela.

O batmóvel é feito de materiais recicláveis @Mateus Fernandes/Agência Mural

Além do carro, outros personagens também estão expostos no local, como o Robin, o Superman e a Mulher-Maravilha. O hobby de colecioná-los começou nos anos 1990, após o carpinteiro largar o vício em cigarro.

“Meu maço tinha acabado, decidi ir em uma lojinha de R$ 1, porém me deparei com uma boneca do Quarteto Fantástico [da Marvel Comics]”, conta. “Em vez de comprar um cigarro, comprei essa boneca. Foi assim que começou essa brincadeira.”

O hype do Batman

O novo filme do Batman (The Batman, 2022) estreou nos cinemas brasileiros no último dia 3 de março. Com o ator Robert Pattinson no papel do protagonista, a produção já ultrapassou 3 milhões de espectadores no Brasil e segue como uma das principais bilheterias atualmente.

“Essa última versão conta um pouco mais da história do Batman detetive, aquele que está realmente aprendendo e, mesmo com tantos recursos financeiros, ainda enfrenta as dificuldades da vida. É um Batman que faltava a gente conhecer”, diz Zeca.

Além do sucesso nos cinemas, as próprias miniaturas do personagem foram elevadas a outro patamar nos últimos anos. O carpinteiro conta que já pagou R$ 600 em um boneco que, hoje em dia, está avaliado em mais de R$ 2.500.

A coleção das peças começou nos anos 1990 @Mateus Fernandes/Agência Mural

Com uma coleção que, segundo ele, é uma das maiores de Guarulhos, o morador diz que sempre recebe ofertas pelos itens, mas se recusa a vendê-los. Por enquanto, ele encara a batcaverna como uma realização pessoal e um lugar para visitas – recebendo, inclusive, crianças do bairro e pessoas de outras regiões.

“É muito importante para a periferia ter mais locais como esse. É mais que um sonho, é um lazer”, finaliza Zeca.

Para conhecer a “batcaverna de Guarulhos”, basta entrar em contato com o grafiteiro Robson Ferreira, amigo de Zeca, pelo Instagram e agendar uma visita aos fins de semana.

Eduardo Silva

Editor-assistente da Agência Mural, pós-graduado em jornalismo cultural, gosta de cultura pop, gatos, filmes de comédia e boas playlists. Correspondente de São Miguel Paulista desde 2017.

Mateus Fernandes

Favelado metido a palestrante, contrariando as estatísticas por aí! Graduando em Psicologia pela Universidade São Judas Tadeu. Coordenador do Cursinho Popular Cora Coralina. TEDx Speaker de GRU/SP. Apaixonado pelo rap e o funk. Correspondente de Guarulhos desde 2021.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.