• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Eleições em Carapicuíba: quem são os candidatos a prefeito em 2020

Com mais de 400 mil moradores, Carapicuíba fica na região oeste e tem 11 candidatos na disputa
Cohab Carapicuíba
Cohab em Carapicuíba, uma das regiões mais populosas da cidadeAna Beatriz Felicio/Agência Mural

As eleições em Carapicuíba, na Grande São Paulo, tem 11 candidatos na disputa pela prefeitura. Para a Câmara dos Vereadores, 508 políticos buscam uma das 17 vagas no legislativo. A cidade de 291 mil eleitores é a segunda mais populosa da região oeste e pode ter segundo turno. A votação é em 15 de novembro. 

O prefeito Marcos Neves (PSDB) busca a reeleição e tem oito  partidos na coligação.  Neves foi eleito em 2016 pelo PV, após ter cumprido mandatos de deputado estadual. Ele mudou de partido este ano. O candidato repete a dobrada com Gilmara Gonçalves, candidata a vice-prefeita, que também trocou de legenda e passou a fazer parte do PSDB. (Proposta de governo registrada por Neves)

Entre os adversários está o ex-prefeito Sergio Ribeiro (PT), que governou a cidade por dois mandatos entre 2009 e 2016 – na última eleição, ele não conseguiu fazer o sucessor. O petista tem três partidos na coligação e Doutor Jecivaldo (PSC) como candidato a vice. (Proposta de Sergio Ribeiro)

Três mulheres disputam a prefeitura. A ex-vereadora Professora Sônia (PSD) é uma delas. Ela concorreu em 2016 e foi a segunda mais votada. Nesta eleição, ela tem como candidato a vice o vereador Joel Madeireira (PSD). (Proposta de Professora Sônia)

A vereadora Neia Costa (PDT) disputa a prefeitura em uma coligação que tem apoio do PP. Cintia Correia é a vice. (Proposta de Neia) O PC do B lançou Dra Amanda Horatorio para a disputa da prefeitura com Professor Antonio Jesus, do mesmo partido, como vice. (Proposta de Amanda)

Outros nomes que disputaram as últimas eleições estão no páreo. Professor Ricardo Marcusso (PSOL) recebeu 2.446 votos na eleição passada e tenta novamente com Silvio Souza (PSOL) vice. (Proposta de Marcusso)

Candidato em 2016 pelo PPL quando recebeu 383 votos, Luiz Teixeira concorre desta vez pelo PMB. Raine Costa (PMB) é a vice. (Proposta de Teixeira)

Pelo PTB, disputam Henrique Apparicio à prefeitura com Carlos Fersenascci vice. (Proposta Apparicio). Também disputam Edmar Salem (PRTB) com Doutor Henrique Gregório (PRTB) vice (Proposta de Salem); Vasquinho Gama (PSL) em dobradinha com Gustavo Borges (PSL) (Proposta de Gama); e William Teixeira (PSTU) ao lado de Paulo Christian (PSTU) (Proposta de Teixeira).

A campanha começou oficialmente neste domingo (27) e os candidatos podem gastar até R$ 1,4 milhão no primeiro turno para fazer campanha. 

VEJA TAMBÉM:
Veja quanto podem gastar candidatos a prefeito e vereador na Grande SP.
A um ano da eleição, Grande SP tem 500 obras paradas ou atrasadas; confira os projetos de Osasco
Confira a cobertura das eleições 2020 nas periferias da Agência Mural

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Grande São Paulo

Comentários