• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Eleições em Embu-Guaçu: quem são os candidatos em 2020

Com mais de 56 mil eleitores, cidade fica na região sudoeste da Grande SP e tem 10 candidatos na disputa

As eleições em Embu-Guaçu, na região sudoeste da Grande São Paulo, têm 10  candidatos à prefeitura. Para a Câmara dos Vereadores, 266 políticos buscam uma das 13 vagas no legislativo. A cidade tem 56 mil eleitores e a votação será em 15 de novembro. O município não tem segundo turno.

A atual prefeita, Maria Lúcia (PSB), decidiu não disputar a reeleição e, durante o período eleitoral, foi afastada do cargo. 

Com esse cenário, a cidade chega a votação com dez partidos na disputa. Apesar de ter tantos concorrentes, a cidade não tem nenhuma mulher na corrida eleitoral. 

Faixada da Prefeitura de Embu-Guaçu, onde dez candidatos tentam a prefeituraRubens Rodrigues/Agência Mural

Segundo colocado na eleição de 2016, quando recebeu 26% dos votos, Zé Antônio (MDB) tenta novamente a prefeitura e conta agora com cinco partidos aliados na coligação. O presidente da Câmara, Manezinho Corretor (DEM) é o vice – Corretor assumiu a prefeitura interinamente após o afastamento de Maria Lúcia. (Proposta de governo registrada por Zé Antônio)

Após ficar em terceiro na eleição passada, Alexandre Rainha (Solidariedade) concorre novamente ao cargo em dobrada com Rafão do Cipó (Solidariedade). (Proposta de governo registrada por Alexandre Rainha)

Eleito vereador em 2016, Lisandro Ribeiro (Cidadania) disputa este ano a prefeitura ao lado de Cecilia Helfstein (PSD). (Proposta de governo registrada por Ribeiro)

Outro vereador que entrou na corrida eleitoral é Sandro Social (PTB). Com apoio de dois partidos, Sandro tem Robson Roberto Fruteiro (PL) vice. (Proposta de governo registrada por Sandro Social)

Também está na disputa Professor Reinaldo (PT) que tem como vice Professor Eduardo (PDT). (Proposta de governo registrada por Reinaldo)

O PCdoB escolheu o ex-prefeito Clodoaldo para a corrida eleitoral ao lado de Tábata do Cipó Clodoaldo governou a cidade por duas gestões, entre 2009 e 2016. (Proposta de governo registrada por Clodoaldo). Por sua vez, o PV entra na disputa com Francisco Neguinho Conselheiro para prefeito e Fabio Labem, vice. (Proposta de governo registrada por Francisco)

Fecham a lista Jean Almeida (PTC) ao lado de Josuel Pezão (PTC) (Proposta de governo registrada por Jean Almeida); Professor João Batista (PSOL) prefeito com Maura Apolinária vice (Proposta de governo registrada por Camargo); Sargento Neres (PSL) em dobrada com Luciana Nunes (PSL).(Proposta de governo registrada por Sargento Neres)

A campanha começou em 27 de setembro e os candidatos podem gastar até R$ 338 mil para fazer campanha no primeiro turno. 

VEJA TAMBÉM:
Confira a cobertura das eleições 2020 nas periferias da Agência Mural
Quanto podem gastar candidatos a prefeito e vereador na Grande SP
A um ano da eleição, Grande SP tem 500 obras paradas ou atrasadas

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Grande São Paulo

Comentários