Freguesia do Ó completa 438 anos; conheça 27 curiosidades da região

Um dos distritos mais antigos da cidade de São Paulo, a Freguesia do Ó, completa 438 anos nesta  quarta-feira (29).

Para quem é de fora, o lugar pode ser conhecido por causa da música “Punk da Periferia”, composta pelo cantor Gilberto Gil. Todavia, para os moradores da região, a “Frega” é muito mais que isso.

Receba nossa newsletter!

Sou um punk da periferia
Sou da Freguesia do Ó
Ó
Ó, aqui pra vocês!
Sou da Freguesia

(Gilberto Gil, 1983)

Se você mora na Freguesia, provavelmente vai reconhecer as cenas descritas abaixo. Se não, vale passear por lá.

1 – Largo da Matriz

O Largo da Matriz é um dos pontos de encontro da população (Divulgação)

Quem vem de fora costuma achar que, ali, o clima é de cidade do interior. A praça é cercada de restaurantes e bares. É o cartão postal do bairro e também é ponto de encontro de diversas gerações de moradores. Falou em “rolê na Freguesia”, falou em Matriz.   

2 – Igreja Nossa Senhora do Ó

A Igreja Nossa Senhora do Ó pegou fogo no século 19 (Divulgação)

Conhecida também como a “Igreja da Matriz”, a construção original foi erguida em 1716, mas destruída por um incêndio 100 anos depois. Em 1901, a atual matriz foi construída no mesmo local e é uma das instituições religiosas mais velhas de São Paulo. É lá que muitas pessoas do bairro fizeram primeira comunhão e se “confessaram” com o Padre Noé, um dos mais antigos da paróquia.

3 – Coxinha do Frangó

Sem dúvida, um dos maiores privilégios de morar na Freguesia do Ó é poder ir ao Frangó. Conhecido pelas coxinhas, a porção da casa aparece no ranking das melhores coxinhas de SP, mas os bairristas têm certeza de que ela deveria sempre ser a número 1.

4 – Pizzaria Bruno

A pizzaria existe desde 1939 (Tayla Pinotti/Agência Mural)

Outro “point” famoso entre moradores, mas que atrai gente de outros bairros é a Pizzaria Bruno. Inaugurada em 1939, é conhecida pela massa com textura crocante e assada no forno à lenha.

5 – Deliciosos pratos do Ciccarino

O cardápio apresenta pratos da gastronomia italiana (Tayla Pinotti/Agência Mural)

Ao lado da Pizzaria Bruno fica o Ciccarino, um dos restaurantes mais bombados nos almoços de domingo. É uma opção para os que apreciam a culinária italiana.

6 – Lanches do Scooby Dog

Quem nunca voltou do rolê com fome e só R$ 5 no bolso? O Scooby Dog, que vende cachorro quente, é o “salvador” da pátria nesses casos. O trailer fica localizado na Avenida Itaberaba, em frente ao cemitério, e está sempre por ali durante as madrugadas de sexta, sábado e domingo.

7 – “monumento” com os dizeres “Bem-vindo a Freguesia do Ó”

Sempre faltam letras na frase (Divulgação)

Apesar de não estar conservada, a placa de “Bem-vindo a Freguesia do Ó” na ponte da Freguesia chama a atenção, principalmente porque raramente está com todas as letras.

8 –  Rosas de Ouro

A Sociedade Rosas de Ouro foi fundada em 1971 (Divulgação)

É só chegar o carnaval que todos os moradores da Freguesia torcem fervorosamente pela Rosas de Ouro, escola tradicional do bairro que movimenta o barracão com festas e ensaios durante o ano.

9 – Urubó

O bloco Urubó é composto por marchinhas (Renato Nascimento/Divulgação)

E por falar em carnaval, o Urubó também é responsável por movimentar as ruas da região durante a época de folia. Os moradores adoram, principalmente porque esse é um bloquinho muito familiar e uma oportunidade para pular carnaval com antigos amigos.

10 – Bar Matriz do Açaí

O bar fica na rua Chico de Paula (Divulgação)

Um lugar badalado durante o verão é o bar Matriz do Açaí. Basta esquentar e já vemos fila no estabelecimento.

11 – Bandeirões do Parque dos Pássaros e Vila Rica

Os moradores fazem vaquinha para confeccionar as bandeiras (Divulgação)

Tradição no bairro há 20 anos, os bandeirões dos condomínios Parque dos Pássaros e Vila Rica chamam a atenção pelo tamanho, já que é possível ver as bandeiras de longe. Até os menos fanáticos por futebol ficam ansiosos pelo hasteamento dos bandeirões, que chegam a ter mais de 60 metros, durante as Copas do mundo.

12 – Doceria Garoto em frente à delegacia

O comércio vende balas, chicletes e chocolates (Divulgação)

Voltar da aula e não parar na doceria em frente à Delegacia 28 é uma missão quase impossível para os estudantes das escolas da região. Instalada no mesmo local há muitos anos, diferentes gerações vão à doceria.

13 – Salgadinhos da Condessa Brasileira

Loja Condessa brasileira (Divulgação)

Festinha de aniversário de quem vive na Freguesia do Ó tem os salgadinhos da Condessa Brasileira. A pastelaria cresceu tanto que agora conta até com estacionamento na rua de trás. E não é para menos: os salgadinhos são uma delícia.

14 – Mercado Pirytuba, com Y mesmo

No começo a gente até estranhava, mas, sim, existe um mercado Pirytuba (com Y) na Freguesia do Ó. É tipo a estação Consolação ser na Paulista e a Estação Paulista ser na Consolação, ninguém sabe explicar, mas é assim.

15 – Casa de Cultura Salvador Ligabue

A Casa de Cultura oferece atividades gratuitas (Tayla Pinotti/Agência Mural)

Morar na Freguesia do Ó e não ir na Casa de Cultura Salvador Ligabue é quase um pecado! É por isso que o local vive cheio de crianças, adolescentes e adultos assistindo ou participando dos eventos que acontecem no espaço.

16 – Pão de alho do Amigos do Picuí

Pão de alho (Divulgação)

Queridinho dos churrascos, o pão de alho do restaurante nordestino Amigos do Picuí é de dar água na boca. Com receita caseira, é uma das “iguarias” mais queridas do bairro.

17 – Corridas na Edgar Facó

Até quem não é esportista já deu uma corridinha na Edgar Facó. A avenida concentra moradores da Freguesia e de Pirituba e fica mais cheia no verão. Já que não tem nenhum parque no bairro, o que resta é correr na rua mesmo.

18 – Feira das nações na Creche Menino Jesus

A feira das Nações acontece anualmente (Celymar Pinotti/arquivo pessoal)

Sucesso principalmente entre os idosos, a Feira das Nações é realizada no Centro de Educação Infantil Menino Jesus e reúne comidas típicas de sete países, como Espanha, Portugal, França e Itália.

19 – Pista de skate na Avenida Miguel Conejo

A pista de skate é um ponto de encontro dos jovens (Divulgação)

Com conchas, rampas, tubos, corrimãos e cantoneiras, a pista de skate da Avenida Miguel Conejo atrai skatistas não só da Frega, mas também de vários bairros vizinhos.

20 – Rodízio de pizzas da saudosa pizzaria Moinhos

A pizzaria tinha decoração que lembrava um moinho (Divulgação)

Impossível morar na Freguesia do Ó e nunca ter ido ao rodízio de pizzas da Pizzaria Moinhos, que mudou de endereço e depois fechou em 2017. Quem nunca fez uma competição de quem mais comia pedaços de pizzas ali que atire a primeira pedra.

21 – Restaurante Vivenda do Português

Bolinho de bacalhau é um dos pratos que faz parte do cardápio (Divulgação)

Atualmente localizado na Rua São Leonardo, o restaurante Vivenda do Português também é tradição. Ele tem mais de 50 anos. Além disso, é comum ver a casa cheia no almoço.  

22 – Saudosa Frutiquello

Não dá para negar que, durante muito tempo, a sorveteria Frutiquello da Avenida Itaberaba foi a alegria dos adultos e das crianças. O local, que vendia sorvete por quilo, chegou a ter até um parquinho nos fundos, mas acabou fechando, para a nossa tristeza.

23 – Livraria do Ó / Sebo do Ó

A livraria fica na avenida Itaberaba (Tayla Pinotti/Agência Mural)

A livraria do Ó, antes conhecida como Sebo do Ó, já ajudou muitos estudantes que buscavam livros tanto para escola quanto para a faculdade. Lá é possível encontrar diversos títulos clássicos e também alguns mais modernos.

24 – Montanha Danças

Há quem ame e há quem não queira nem passar perto. O Montanha Danças é conhecido pelos shows de forró, mas o que chama a atenção é a disposição dos frequentadores, já que é comum ver gente ali em frente aproveitando o rolê ainda na segunda-feira de manhã.

25 – Mc Donald’s da Avenida Facó

Para muita gente, o Mc Donald’s da Avenida Edgar Facó é um “fim de rolê”. Depois daquela balada, festa ou show, a parada no “Mc da Facó” é obrigatória.

26 – Trânsito em frente ao Extra

O trânsito piora em horários de pico (Tayla Pinotti/Agência Mural)

Mas nem só de “oba oba” vive a Freguesia. Enfrentar o trânsito na Avenida Nossa Senhora do Ó é um sufoco. Só quem já desceu em frente ao supermercado Extra para atravessar a ponte andando sabe o que é perrengue.

27 – Obra do metrô parada

A linha Laranja também passará pela Brasilândia, distrito próximo da Freguesia do Ó (Divulgação)

E é claro que não podemos esquecer da nossa lendária linha Laranja do metrô. A obra começou em 2015 e dizem que terminará em 2021. Enquanto isso os moradores continuam precisando se deslocar para outros bairros para andarem de metrô. 🤷

Em 438 anos, o que não faltam são histórias. Parabéns Freguesia do Ó!

Tayla Pinotti é correspondente da Freguesia do Ó
[email protected]

0 thoughts on “Conheça os artistas que estarão presentes no Festival de Artes das Periferias”

  1. Que lindo Ana Beatriz!
    Nos olhos e na voz dessas crianças é que realmente está a nossa esperança de um país melhor.
    Pessoas inocentes que conseguem enxergar o que muitos ignoram.
    É a vida de verdade,o sorriso estampado,o brilho nos olhos que mal sabem o que ainda vai ter que enfrentar.
    Um super abraço de toda família Centro Comunitário do Embura.
    Felicidades linda.

  2. Um raio x dessas pequenas Almas, que acreditam e sonham em um país onde tudo parece estar pedido, surge através da pureza e simplicidade o nascer da esperança dentro desses pequenos gigantes.
    Ainda vale a pena sonhar!

  3. Uma linda crônica, repleta de alma e total conhecimento do cenário atual de nosso país.
    São palavras assim que nos inispiram à lutar por mais um dia.
    Parabéns!!!

  4. Parabéns. Sou testemunha do seu ganho de saúde física, emocional e psicológica. Pois a bicicleta proporcionou a conscientização dos alimentos que lhe trazem energia e vitalidade e daqueles que intoxicam tirando o vigor pro esporte. Sua conquista de um corpo mais sadio e moldado também é digna de congratulações.

    1. Pessoa incrível, estudamos juntos e realmente sua história de vida é algo que muitas pessoas que tiveram a oportunidade de conviver um pouco com ele aprendeu muito.

  5. Fantástico ! Com todos percalços que a periferia oferece na prática esportiva, eis uma superação e motivação para deixarmos de ser sedentários ! Parabéns Mauro pela iniciativa !

  6. Olá,
    Gostaria de saber se a possibilidade de receber bolsa de estudos para esse curso em específico. Que Muito fazer, mas não possuo recursos no momento para investir.

    Desde já agradeço.

    1. Olá, Sheila! Muito obrigada pelo contato e interesse pelo curso. A atividade é oferecida pela faculdade, logo, vale tentar direto com a Fespsp a possibilidade de conseguir alguma bolsa.

  7. Paulinho, esta sim é a mais linda forma de Dizer Eu Te Amo Para um Pai!
    Você fez uma linda homenagem, para o Tio Paulo, que é Paizão de toda Família.
    Deus abençoe a todos os Filhos.

  8. Zorade, ai sim meu grande sobrinho, que homenagem de arrepiar.! Digo nunca vista, (é claro)pois cada um é um…Quanta sabedoria vestida de aparente ignorancia! O jeito de ser do meu irmao meio estranho, superou os grandes modos finos de criar seus filhos…Quanta riqueza de carater , de valentia também,ele apresentou a voce e a essa exelente Mae que te trouxe ao mundo…Familia pequena nas de grande peso..kkkk em todos os sentidos…No seu relato voce se esqueceu de falar sibre a bondade do coraçao dele…Tem umas histórias de caridade dele que admiro!…Parabéns pela homenagem ! Que Deus lhe proteja , que cada vez mais sua intelugencia seja ativada….abraços

  9. Olá boa tarde,
    Gostaria de parabenizar pela iniciativa e tbm Têmos que girar essa informação e cobrar de forma correta e pacífica dos responsável para tal , tendo em vista que somos moradores da região Têmos essas e outras dificuldades sendo que todos nós vamos receber visitas Nos próximos dias de político ou de seus prestadores de serviços prometendo o que não se cumpre ,uma vez que se não formos no dia votar somos obrigados a pagar multa e tenho certeza que todos nos não deixamos de pagar e quando se trata de olhar um pouco pra lado mínimo que é ,transporte, segurança, iluminação, etc.. Nos não temos respaldo ,então diariamente ouvimos relatos e acontecimentos que cada dia dificulta mais a vivência no bairro, só lembrando que mesmo sendo uma APA todos aqui são eleitores que seguem a risca com suas obrigações e o que queremos é o mínimo se iníciando pelo Respeito aos moradored e direito de ir e vir que já não temos mais.
    Att:
    Gilmar Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *