APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Notícias

Crianças em casa e grupo de WhatsApp para combater fake news; ouça o podcast

Adultos e crianças relatam como estão lidando com o coronavírus e com a quarentena

Image

Por: Redação

Notícia

Publicado em 25.03.2020 | 18:41 | Alterado em 16.12.2020 | 18:45

Com a chegada do novo coronavírus, uma nova realidade tem modificado a rotina e a vida de todos, inclusive das crianças.

A pequena Helena, de 4 anos, abre o episódio do Em Quarentena” dizendo que o “Colonavílus” é muito grave. E sua mãe, Eliane Constantino, compartilhou como está lidando com a família em casa, na Cohab Cinco, em Carapicuíba, Grande São Paulo. 

“A gente já mora numa área pequena, num apartamento, não tem quintal e o espaço já é limitado. A gente inventa brincadeiras, mas parece que nunca é suficiente”. (ouça a partir de 00:39)

Diante da nova rotina, que inclui ter que entreter Helena durante 24 horas por dia, Eliane confessou que acaba cedendo em algumas coisas. “A televisão entreti bastante. A gente acaba abrindo mão de algumas coisas, inclusive, que a gente não gosta, como youtubers e tudo mais, o que eles adoram. Você acaba abrindo mão e dá guloseimas e algumas coisas para se sentir mais feliz”. (a partir de 01:00)

Felipe, de 9 anos, que vive em Pirituba, zona noroeste da capital, falou sobre as tarefas da escola. “Tem um grupo das mães lá da minha sala, aí a professora mandou um monte de lição”. (ouça em 01:27)

Juliana Doretto, que é jornalista e especialista em jornalismo e infância, compartilhou importantes dicas que podem ajudar os pais a lidar com o atual momento.

“A ideia é que se reserve um tempo para a lição. Aproveitar o material que a criança tem e refazer uma tarefa. Pensar em um determinado espaço para a criança continuar a tarefa da escola. Brincar com ela e tentar incentivá-la a criar brincadeiras. E perguntar como ela está percebendo as coisas, se tá tudo bem, se ela tem dúvida, tentar tirar a angústia que ela, assim como nós, também vive neste momento”. (em 01:51)

Também de Pirituba, Neide Silva comentou sobre os dois grupos de whatsapp que ela criou, ambos intitulados “Covid – vamos trocar informação”. 

“Eu montei esses grupos sobre o coronavírus entre amigos e familiares para ver se eles estão se cuidando e fazendo a higiene direito. [E assim saber] como estão fazendo dentro de casa, como estão alertando seus familiares, principalmente os filhos adolescentes, que não aceitam ficar dentro de casa. Para eles é muito difícil”. (em 02:37)

Neide explicou também que os grupos tem por foco combater fake news. “Como a gente não pode sair de dentro de casa, achei que era uma forma de se comunicar. E conversar sobre o que falam na televisão e muitas coisas que passam na internet. A maioria das coisas, acredito eu, que é fake news e deixa as pessoas mais apavoradas. Igual situações de mercado, pessoas estocando alimentos e brigando por álcool gel”. (em 03:07)

A pequena Helena também encerrou o episódio com um recado sobre medidas para se prevenir do coronavírus. “Tem que lavar muito a mão […] Já estou cheia do coronavírus, quero me proteger sozinha na minha casa”. (em 04:25)

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #02: Crianças em casa e grupo de WhatsApp para combater fake news.

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.