APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Notícias

Desmentindo fake news sobre o coronavírus; ouça o podcast

Ouvintes compartilham notícias que os deixaram na dúvida sobre a veracidade do conteúdo

Image

Por: Redação

Notícia

Publicado em 31.07.2020 | 22:00 | Alterado em 31.07.2020 | 22:00

São tantas as notícias que circulam nas redes sociais sobre a Covid-19 que fica difícil identificar o que realmente é verdadeiro ou falso. 

Em maio, o “Em Quarentena” investigou e desmentiu algumas notícias falsas sobre o coronavírus que já circulavam em grupos de aplicativos e redes de relacionamentos. 

Desta vez, o podcast da Agência Mural retoma o assunto porque informações falsas seguem sendo compartilhadas nesses grupos e têm deixado muitas pessoas na dúvida sobre a veracidade do conteúdo. 

Dentre as fake news que circulam, três foram enviadas pelos ouvintes do programa e verificadas em agências de checagem, que desmentiram as informações compartilhadas. São elas: a melancia contaminada de coronavírus, a receita milagrosa envolvendo beber água e a não eficácia do uso da máscara. 

A primeira delas, desmentida em 19 de maio pelo site “boatos.org”, afirma que os chineses estão contaminando as melancias com coronavírus para fazer com que todo mundo seja infectado. O áudio foi enviado por Dona Efigênia, que tem 63 anos e mora em Carapicuíba, na Grande São Paulo. “Eu vou te mandar uma mensagem aí e você especula para saber se é verdade ou mentira. Porque eu acho que é fake”. (ouça a partir de 00:45

Mesmo suspeitando que se tratava de uma mentira, ela ficou com receio porque seu pai, que também é idoso, ama melancia. 

Outro conteúdo falso que anda circulando nas redes diz que beber água de 15 em 15 minutos “empurra” o vírus da garganta direto para o estômago, como se fosse uma receita milagrosa contra o coronavírus. A mensagem foi desmentida, no dia 3 de abril, pelo Ministério da Saúde. 

Paulo, que mora em Barueri, na região metropolitana de São Paulo, desconfiou da informação e resolveu pesquisar sobre. “Então eu ouvi logo no começo do corona que beber bastante água ajudaria no combate e não tem nada a ver, pois eu fui pesquisar e vi que não tem nada a ver. É fake!”. (a partir de 01:47

Já Camila, que mora na cidade de Guarulhos, compartilhou uma dúvida sobre a eficácia do uso de máscara. “A minha mãe viu um post no facebook falando que usar máscara não adiantava nada, que o vírus poderia entrar pelos buraquinhos da máscara e pela lateral. Então eu queria saber se vocês podem verificar se realmente a máscara funciona ou não como proteção”. (em 02:37)

Quem desmentiu essa informação foi a plataforma de checagem do G1, que se chama FATO ou FAKE, no dia 16 de junho.

O “Em Quarentena” também já falou sobre o uso de máscaras, no episódio de número 39, e sempre lembra que embora as máscaras não sejam uma proteção 100% eficaz contra o coronavírus, elas reduzem muito as chances de contágio. 

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #58 – Desmentindo fake news #2: Melancias contaminadas com coronavírus pelos chineses? 

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast. 

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.