APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Vale Nota?

Educação na fronteira em tempos de pandemia; ouça o podcast

Ida Larruscain dá aulas em escolas públicas e particulares da cidade de Santana de Livramento, que fica no Rio Grande do Sul, na divisa com a cidade uruguaia Rivera

Image

Por: Redação

Notícia

Publicado em 17.09.2020 | 14:05 | Alterado em 16.12.2020 | 19:23

Neste episódio o Em Quarentenadesembarcou em Sant’Ana do Livramento, fronteira do Brasil com o Uruguai, para conversar com a professora Ida Larruscain, que falou das peculiaridades de educar em uma região que fica entre dois países.

“O desafio que a gente tem em lecionar em uma zona de fronteira é basicamente a diferença no idioma. Quanto aos alunos que a gente recebe, muitos estudam no Uruguai e vêm com a língua materna, o espanhol, para aprender conosco na nossa língua materna que é o português. Esse é o grande desafio”. (ouça a partir de 00:01)

Ida Larruscain é mestre em educação e dá aulas em escolas públicas e particulares da cidade de Sant’Ana de Livramento, que fica no Rio Grande do Sul, bem na divisa com a cidade uruguaia Rivera.

As cidades são tão próximas que até existe uma praça por lá chamada “Praça Internacional”, metade no Brasil, metade no Uruguai. 

Sendo o idioma o grande desafio para os estudantes da região, a professora enfatizou que na fronteira o ‘portunhol´ é bastante usado. Ela também compartilhou como as escolas estão fazendo para diminuir essa distância entre os dois idiomas, o português e o espanhol. 

“Na nossa matriz curricular nós temos a disciplina de espanhol, na base curricular, para os alunos dos anos finais, do sexto ao nono ano. E as disciplinas de estudos latino americanos para os alunos das turmas iniciais por ser uma escola integral do primeiro ao quinto ano”. (a partir de 01:13)

Com a chegada do coronavírus, a educação à distância foi outro obstáculo a ser enfrentado por lá. Larruscain contou como foi esse período inicial de pandemia. 

“Nós tivemos muitos desafios porque a gente estava começando o ano letivo, então nós tivemos praticamente uma semana de aula para conhecer o nosso aluno, com toda escola, para depois ir diretamente para o ensino remoto”. (ouça em 01:53)

Ela relatou ainda por que os desafios, existentes até o atual momento, são ainda maiores para os professores que atuam na modalidade de alfabetização. 

“Porque por videoaula não se consegue um total retorno do nosso aluno quanto alfabetização. Mas estamos a seis meses distantes, aos pouquinhos a gente vai se adequando”. ( em 02:11)

Para Ida, todas essas mudanças estão fazendo com que, tanto os professores quanto os alunos, precisem aprender jeitos novos de estudar e de lecionar. 

O intercâmbio de conhecimento, que sempre aconteceu na Fronteira da Paz, como é chamada a região, tem sido fundamental para a manutenção do ensino, mesmo que agora só em ambientes virtuais.

Confira outras reportagens sobre educação no site da Agência Mural

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #18 – Segunda Temporada: Educação na fronteira em tempos de pandemia. 

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

 

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.