APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Rolê

Em Salvador, grupo “Geração Black” exalta o povo negro; ouça o podcast

O fundador, Alexnaldo Santana, morador do subúrbio ferroviário de Salvador, fala sobre as ações do grupo, inclusive durante a pandemia

Image

Por: Redação

Notícia

Publicado em 29.10.2020 | 18:43 | Alterado em 29.10.2020 | 18:43

O avião virtual do “Em Quarentena” pousou em Salvador, Bahia, para conhecer o grupo “Geração Black”, que busca promover a autoestima do povo negro e também faz trabalho voluntário e ações culturais nas periferias da capital baiana.

A conversa foi com Alexnaldo Santos Santana, 30, que é fundador do grupo e mora com a família no Periperi, bairro do subúrbio ferroviário de Salvador. Ele abriu o programa enfatizando a importância do trabalho da “Geração Black”. 

“Um grupo como o nosso ajuda a elevar a autoestima, mostra porque as pessoas pretas têm a sua beleza própria, não precisa estar se espelhando, seguindo um certo padrão de beleza. E tem o potencial e o valor na sociedade. Ajudamos a realçar a nossa cultura e aumentar a nossa representatividade”. (ouça a partir de 00:01)

Antes de fundar o “Geração Black”, Alexnaldo já participava de alguns grupos de empoderamento negro, mas sentia que poderia fazer mais.

“Logo no início fazíamos trocação de experiências, aonde  a gente cuidava do cabelo, ensinava como trançar, como fazer receitas caseiras, a valorização do preto na verdade, a autoaceitação”. (a partir de 01:09)

Ele contou que com o tempo, o grupo foi crescendo e rolaram encontros presenciais, de poesia, dança e muitas outras trocas. O fundador percebeu que não poderia parar por aí e teve outra inspiração.

“Eu tive a ideia de fazer ações nas comunidades. Aonde a gente eleva a autoestima das pessoas levando o corte de cabelo, a trança, a maquiagem, o designer de sobrancelha, além disso a música, a dança e a poesia”. (ouça em 01:40)

Hoje o grupo conta com cerca de 40 voluntários e tem 5 administradores. Antes da pandemia, eles visitavam de dois a três bairros em Salvador, por mês, para realizar o trabalho. Em alguns casos, eles escolhem os locais, mas também são convidados pela comunidade.

Alexnaldo comentou ainda que o “Geração Black” conta com um esquema de arrecadação e doação de alimentos que vão para um local da própria comunidade assistida.

Durante a pandemia do coronavírus, o grupo seguiu em ação, mudando apenas a forma de fazer as atividades.

“Produzimos várias lives, debates e vídeos ensinando como trançar cabelo, como finalizar, dando dicas de cabelo. Além disso, a gente promoveu vaquinha solidária, arrecadamos alimentos, montamos cestas básicas e doamos para famílias carentes e para as próprias famílias do grupo, que estavam passando por momento difícil”. (em 02:35)

Vale lembrar aos moradores de Salvador e região, que o grupo está sempre aceitando voluntários de qualquer área de atuação. Basta entrar em contato pelo instagram @geracaoblack_.

Continue acompanhando o site da Agência Mural para conhecer mais histórias bacanas como essa. 

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #47 – Segunda Temporada – Na Lapa, moradores cobram abertura total do hospital Sorocabana.

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.