Barro Branco vence e conquista Super Copa Pioneer

Equipe fez resultado no primeiro tempo contra o Milianos e garantiu título com 100% de aproveitamento

Com uma boa atuação no primeiro tempo, o Barro Branco conquistou, neste domingo (19), o título da Super Copa Pioneer. A equipe venceu o Milianos por 2 a 1, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema.

Foi o primeiro título do torneio do time de Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo. Comandado pelo técnico Gil, o Barro Branco terminou a competição com 100% de aproveitamento em nove jogos.

Receba nossa newsletter!

A conquista foi construída logo no começo do jogo. As duas equipes chegaram à decisão com ataques poderosos e cada um com uma média de quase três gols por partida. Com isso, as duas se jogaram para o ataque.

O Milianos teve a primeira oportunidade com Alexandre que chutou alto para defesa de Cesar. No entanto, a iniciativa dos atletas do Jardim Rosana, na zona sul, parou por aí na etapa inicial.

O Barro Branco tomou o controle do jogo e, pouco a pouco, começou a aproveitar a velocidade do seu ataque com Mauricio e Charlinho.

Após desperdiçar duas oportunidades, o gol nasceu. No contra-ataque, Mauricio fez o pivô e Murilo lançou para o ataque. Charlinho disparou livre e, na saída do goleiro, rolou a bola para Mauricio abrir o placar.

Foi o sétimo gol do atacante, que terminou como artilheiro da Super Copa Pioneer.

Torcida comemora o título

O Milianos tentou reagir, mas o ataque com Dudu e Professor não conseguiu furar a marcação da defesa do time da zona leste. No final do primeiro tempo, novo castigo para equipe do Campo Limpo.

Mauricio roubou a bola no ataque. O camisa 10, Caixa, recebeu e deu assistência para Denis. O meia bateu de bico, cruzado, no cantinho de Diego. “Se o Ronaldinho pode fazer de bico, porque não posso”, afirmou na saída para o vestiário.

Atrás no placar, o técnico Marquinhos, do Milianos, mudou a equipe e colocou Artur no jogo. O atacante mudou a cara da partida. Partiram dele as melhores jogadas da equipe do Jardim Rosana que começou a dar trabalho.

Em jogada individual, Artur pedalou na frente da área e chutou para boa defesa de Cesar. Na segunda oportunidade, ele não perdoou e descontou para o Milianos.

O gol incendiou a torcida e o time do Jardim Rosana na reta final do jogo. A pressão durou até os minutos finais. O atacante Dudu, em chute de fora da área, quase surpreendeu o goleiro Cesar, que por pouco não soltou uma bola fácil.

Mas a reação parou por aí. O título ficou com o Barro Branco, que recebeu R$ 50 mil de premiação. Vice, o Milianos ganhou R$ 15 mil.

Artilheiro do Barro Branco jogou profissionalmente e vê recomeço na várzea

Paulo Talarico

Editor-chefe de jornalismo, cofundador e correspondente de Osasco desde 2011. Formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, tem pós-graduação em jornalismo esportivo e curso técnico de locução para rádio e TV. Atualmente, estuda História na Universidade de São Paulo. Gosta de café, Osasco, livros, futebol e cinema.

Osasco

André Santos

Jornalista, correspondente do Jardim Fontalis desde 2017. Integrante do Coletivo Favela em Cena de teatro (ator e diretor). Ama carnaval e jura que é baiano (tem que checar isso aí, ok?).

Jd. Fontalis, São Paulo

Comentários