• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Coleta de lixo reciclável é interrompida em Guarulhos

Medida por tempo indeterminado foi adotada por conta do coronavírus na cidade da Grande SP; prefeitura pede que moradores guardem material em casa

Como medida de prevenção ao covid-19 (coronavírus), a Prefeitura de Guarulhos informou na segunda-feira (23) que o serviço de coleta seletiva de recicláveis está interrompido por tempo indeterminado. 

Dentre os serviços, foram suspensos o Circuito Porta a Porta, em que alguns veículos percorrem o município realizando a coleta seletiva, e também os locais de entrega voluntária (LEVs e PEVs), por não conseguirem realizar a triagem dos materiais.

Tatiane Lima, 27, mora em um condomínio de apartamentos em Guarulhos que possui a separação dos recicláveis. Ao questionar o zelador, ele informou que foram avisados da interrupção. “Avisaram os moradores que o serviço de coleta foi interrompido, mas ainda não temos orientação de como fazer o descarte correto de agora em diante”. 

Segundo o Delurb (Departamento de Limpeza Urbana) da Secretaria de Serviços Públicos, a indicação é para que os moradores guardem os materiais em suas residências até o término da quarentena. 

Crédito: Divulgação/PMGCentro de Recebimento de Material Reciclável

“É importante que a população colabore com as medidas preventivas neste momento. Todos os serviços citados serão normalizados em tempo oportuno”, comenta o diretor do Delurb, Alexandre Lobo.

Para Natália Barom, 34, bióloga e professora, a medida é justificável. “Quando tratamos de um resíduo reciclável, o mesmo pode ser armazenado em nossas casas por um tempo maior do que o resíduo orgânico, pois ele não se torna um foco de contaminação por ser considerado limpo. Então, vale a pena o armazenamento para depois ser descartado corretamente”.

VEJA MAIS:
Confira a cobertura especial sobre o coronavírus e as periferias
Empregadas narram rotina de trabalho e precisam escolher entre emprego e risco a Covid-19
Nos trens e nos ônibus: os cuidados para quem não pode evitar o transporte público
Prefeitos do ABC recuam e transporte público será mantido com 50% de circulação 

LIXO ORGÂNICO

Não há interrupção  no serviço de coleta de lixo residencial. De acordo com a Prefeitura, para reforçar a equipe e oferecer mais segurança aos coletores, mais 20 profissionais serão contratados e todos os caminhões da frota vão receber reservatórios de água e sabão para higiene durante o trabalho. 

A recomendação para a população é para encher os sacos de lixo com até dois terços da capacidade e fechá-los com nó, além de respeitar os dias e horários de cada coleta em seu bairro. 

Crédito: Jackson Argolo/Divulgacao PMGColeta de lixo será mantida

ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA

Desde a chegada do vírus na região, o número de casos confirmados contabiliza 10 pessoas, sendo 616 casos suspeitos, 565 em investigação e 41 descartados. O prefeito de Guarulhos, Guti (PSB), decretou estado de calamidade pública municipal diante da pandemia. 

“Neste momento precisamos usar todas as opções possíveis. Por isso estamos decretando estado de calamidade, para que possamos utilizar verbas e outras possibilidades para o combate ao coronavírus”, disse Guti.

O anúncio depende de aprovação da Assembleia Legislativa do Estado, para determinar as medidas de apoio que serão tomadas. A Vigilância Epidemiológica Municipal não registrou e nem foi comunicada sobre qualquer morte por conta da covid-19 no município.

Jéssica Souza

Jornalista, santista, cofundadora e correspondente de Guarulhos desde 2013. Trabalha com criação de conteúdo para redes sociais, amante da fotografia e viciada em chocolate.

Guarulhos

Comentários