APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Democratize-se!

Eleições em Barueri: quem são os candidatos a prefeito em 2020

Uma das cidades mais ricas da Grande São Paulo, cidade tem sete candidatos à prefeitura

Image

Notícia

Publicado em 29.09.2020 | 21:25 | Alterado em 29.09.2020

Tempo de leitura: 1 minuto

As eleições em Barueri, na Grande São Paulo, tem um prefeito que busca o sexto mandato e outros seis adversários na disputa pela prefeitura. Para a Câmara dos Vereadores, 475 políticos buscam uma das 21 vagas no legislativo. A cidade de 261 mil eleitores vota em 15 de novembro. 

O prefeito Rubens Furlan (PSDB) busca a reeleição e tem 13 partidos na coligação. Furlan foi eleito pela primeira em 1983 e, se vencer, chegará a 26 anos no comando da gestão municipal. Ele tem como vice Roberto Piteri (PSDB) (Proposta de governo registrada por Furlan)

Entre os sete candidatos há apenas uma mulher. Mari Tavelli (PSB), candidata que tem o apoio da Rede Sustentabilidade. Ela tem como candidato a vice Luciano Donato (PSB) (Proposta de governo registrado por Mari)

O PT lançou Baltazar Rosa, que já disputou a prefeitura e foi candidato a vice em 2016. Flávio Vieira, também do PT, é o vice. (Proposta de Baltazar Rosa)

VEJA TAMBÉM:
Saiba o quanto o coronavírus afetou cada cidade da Grande SP

Também está na disputa Capitão Ataliba (Podemos) que disputa a prefeitura com Doutora Maria Cristina como vice (Proposta de Ataliba)

Pelo PMN, Julio Leal foi confirmado para concorrer ao cargo ao lado de Elmindo Patriota da mesma sigla. (Proposta de Leal)

Fecham a lista Alexandre Baldessarini, o Professor Balde (PSOL) candidato a prefeito que tem Roni (PSOL) de vice (Proposta de Balde); e Reinaldo Monteiro (PROS) com Clara Cavallari (PROS) de vice (Proposta de Monteiro)

A campanha começou oficialmente no domingo (27) e os candidatos podem gastar até R$ 3,9 milhões no primeiro turno para fazer campanha no município.

VEJA TAMBÉM:
A um ano da eleição, Grande SP tem 500 obras paradas ou atrasadas; confira os projetos de Osasco
Confira a cobertura das eleições 2020 nas periferias da Agência Mural
Quanto podem gastar candidatos a prefeito e vereador na Grande SP

 

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

Faça com que essa história chegue para mais pessoas.

Republique o nosso conteúdo gratuitamente.

Regras:

Os títulos podem ser modificados desde que não mude o contexto;

Os textos devem ser publicados como estão na versão original, sem edição ou cortes;

Todas as republicações devem dar crédito para a Agência Mural e também os créditos dos profissionais envolvidos em sua produção, conforme aparece na publicação original;

As fotografias e outras imagens/artes podem ser republicadas com os devidos créditos;

Os vídeos republicados não devem passar por nenhum tipo de edição, devem conter os créditos da Agência Mural; para transmissão na TV, é preciso enviar um pedido para contato@agenciamural.org.br.

Reportagens publicadas no site www.agenciamural.org.br não podem ser revendidas.

Se possível, os materiais republicados devem mencionar o perfil da Mural nas redes sociais.

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.