• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

Feriado antecipado em São Paulo divide cidades vizinhas; veja quais terão paralisação

Na Grande SP, cada região adotou uma medida e houve críticas pela antecipação feita na capital sem consulta aos municípios

O feriado prolongado que começa nesta quarta-feira (20) na cidade de São Paulo e vai até segunda-feira (25) dividiu outros municípios da região metropolitana. 

Algumas prefeituras decidiram adotar em parte o cronograma pensado pela gestão paulistana, outros criticaram a forma como a ação foi feita sem consulta aos gestores. 

A prefeitura de São Paulo aprovou um projeto na segunda-feira (18) na Câmara Municipal, que antecipa os feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para esta semana, com a justificativa de ampliar o isolamento social, em um momento em que a pandemia do novo coronavírus segue em alta na região. 

Com isso, quarta-feira (20) e quinta-feira (21) são feriados e sexta-feira (22) será ponto facultativo. Na sequência, o governo do estado enviou para a Alesp (Assembleia Legislativa) um projeto que altera a parada de 9 de Julho (Revolução Constuticionalista) para segunda-feira (25). 

“Essa ação deveria ter sido pensada e discutida”, reclamou o prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), no ABC paulista. 

Ele disse que houve uma reunião com as 39 prefeituras e o governo do estado ao longo de terça-feira (19), mas foi voto vencido. Questionou se o feriado em vez de ampliar o isolamento não causaria o efeito contrário com o feriado prolongado.

Crédito: Felipe Barros/ExLibris/PMIItapevi não terá antecipação de feriado nesta semana

As sete cidades do ABC adotaram um meio termo. Anteciparam o Corpus Christi para sexta-feira (22) e irão emendar com o feriado estadual de segunda-feira (25). Sete prefeituras compõem a região: Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. 

Na região oeste, as cidades de Osasco, Carapicuíba e Itapevi enfatizaram que não haverá antecipação e que respeitarão apenas o da Revolução Constuticionalista. Algumas cidades terão ponto facultativo para serviços não essenciais na sexta-feira (22), disse o prefeito carapicuibano, Marcos Neves (PV). 

Cidade mais populosa depois da capital, Guarulhos também não irá ter feriado nesta semana. O município foi voto vencido no Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Munícipios do Alto Tietê). 

Por lá, 10 cidades da Grande São Paulo decidiram adotar feriado apenas na sexta-feira (22), com antecipação do Corpus Christi. São elas: Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano.

TEM FERIADO

Cotia e Vargem Grande Paulista terão um feriado semelhante ao da capital paulista, com começo nesta quarta-feira (20). As duas cidades anteciparam uma parada municipal além do Corpus Christi. Nem todas as cidades têm o Dia da Consciência Negra como feriado.

Embu das Artes, por outro lado, antecipou apenas o Corpus Christi para quinta-feira (21) e fará ponto facultativo na sexta-feira (22). 

Na região norte da Grande São Paulo, houve divisão entre as cinco cidades. Caieiras, Franco da Rocha e Francisco Morato adotaram o mega feriado inteiro, a partir desta quarta-feira (20). 

Com mais de mil casos, os municípios vinham enfrentando dificuldade com o isolamento. “É importante reforçar que não será feriado de lazer, para reuniões de família, encontros de amigos ou para a criançada brincar na rua”, afirma a prefeitura de Morato.

No entanto, Cajamar anunciou que não irão parar. “A decisão foi estabelecida em decorrência da cidade ainda estar incluída entre os 20 municípios que mais estão seguindo as medidas de isolamento social”, afirma a gestão.

Paulo Talarico

Editor-chefe de jornalismo, cofundador e correspondente de Osasco desde 2011. Formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, tem pós-graduação em jornalismo esportivo e curso técnico de locução para rádio e TV. Atualmente, estuda História na Universidade de São Paulo. Gosta de café, Osasco, livros, futebol e cinema.

Osasco

Comentários