APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

DOE MENSALMENTE PELO CATARSE

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Rolê

Fim de semana tem rolê: peça teatral sobre racismo, cinema grátis e mais

Semanalmente, a Agência Mural traz indicações online diversas ou produzidas nas periferias de São Paulo; confira os destaques da programação

Image

Por: Pietra Alcântara

Notícia

Publicado em 15.10.2021 | 14:48 | Alterado em 15.10.2021 | 14:48

Tempo de leitura: 4 minutos

No Rolê na Quebrada de hoje, temos sessão de cinema em homenagem ao mês das crianças, peça de teatro transmitida virtualmente, exposição, ciclo de palestras e outras atrações.

Os rolês presenciais voltaram de vez. É importante lembrar que apesar da vacinação ter avançado, os cuidados contra a contaminação seguem sendo exigidos: não dispensar o uso de máscara, higienizar as mãos sempre que possível e preferir locais arejados, sem aglomeração.

Para o rolê virtual, é só se conectar à internet e curtir a atração. Bora?

TEATRO

“Macaco”, é uma peça teatral apresentada pela Cia do Sal, que já fez parte do Festival de Teatro da Cia Heliópolis. Neste mês, o espetáculo terá apresentações nos dias 16, 17, 23, 24, 30 e 31 de outubro, sempre às 21h, no YouTube

O nome do espetáculo faz referência a uma forma de xingamento a pessoas pretas. Na peça, o racismo é abordado a partir do relato de um homem negro que busca respostas para o preconceito que rodeia seu cotidiano e a história de sua comunidade. 

Image

“Macaco”, peça teatral apresentada pela Cia do Sal @Noélia Nájera/Divulgação

A dramaturgia foi inspirada caso do goleiro Aranha, do Grêmio, ofendido pela torcida tricolor gaúcha em 2014. Vale a pena conferir e refletir sobre essa realidade.

SESSÃO CINEMA

No próximo domingo (17) vai rolar o primeiro CineLivre CCHHJ, uma sessão de cinema gratuita com direito a pipoca na Casa Cultural Hip Hop Jaçanã, na zona norte

Neste mês, o filme escolhido é “Pantera Negra” (2018), em comemoração ao mês das crianças. A exibição começa às 17h e não é necessário se inscrever previamente.

Image

Filme “Pantera Negra” será exibido na Casa Cultural Hip Hop Jaçanã @Divulgacão

Casa Cultural Hip Hop Jaçanã
Endereço: Rua Maria Amália Lopes de Azevedo, 4.180 – Jaçanã

OFICINA CULTURAL

A Oficina Cultural Alfredo Volpi, localizada no distrito de Itaquera, zona leste de São Paulo, vai receber atividades focadas na cultura do povo indígena Kariri-Xocó, da cidade de Porto Real do Colégio (AL). 

Serão diversos encontros da Jornada Kariri-Xocó, no formato de lives que serão transmitidas no canal no YouTube das Oficinas Culturais. Não é necessária inscrição para participar.

https://www.instagram.com/p/CU8TyEnLrUC/

A artivista visual Moara Tupinambá vai mediar uma conversa com mulheres Kariri-Xocó no sábado (16), das 10h30 às 12h30, com a presença de mulheres de diferentes gerações deste povo. Aspectos do modo de vida, pensamento e cosmovisão serão apresentados, com abertura para comentários e perguntas do público.

Para conferir a agenda das Oficinas Culturais, acesse o site do programa ou o +Cultura.

ESCREVER CINEMA

A partir de sábado (16), o Sesc Guarulhos, na Grande São Paulo, começa o ciclo de palestras “Escrever Cinema”. Na ação, transmitida ao vivo pelo YouTube, convidados falarão sobre uma etapa fundamental na criação de qualquer produção cinematográfica: a escrita do roteiro. 

A partir da inspiração inicial, todo o processo é revelado, e a cada encontro um convidado fala sobre como se dá a escrita de roteiros de obras de ficção, seriados, documentários e animações, além de abordar a transposição de um roteiro para as telas. A programação vai até 4 de dezembro. 

CAROLINA MARIA DE JESUS

No Instituto Moreira Salles, na Avenida Paulista, a escritora Carolina Maria de Jesus é foco da exposição “Carolina Maria de Jesus: Um Brasil para os brasileiros” que conta sua trajetória como mulher negra e multiartista.

Carolina é um dos grandes nomes da literatura contemporânea, se tornou internacionalmente conhecida com a publicação do livro “Quarto de Despejo”, em agosto de 1960. 

Image

Carolina Maria de Jesus ganha exposição IMS @Divulgacão

Além de retratar vida e obra da autora mineira que viveu nas periferias de São Paulo, a exposição conta com obras de outros artistas que dialogam com o trabalho dela, como Marcelino Melo, mais conhecido como Nenê, idealizador do “Quebradinha”.

A mostra fica em cartaz até 30 de janeiro de 2022, com entrada gratuita. 

Instituto Moreira Salles
Endereço: Avenida Paulista, 2.424 – Bela Vista

Pietra Alcântara

Formada em Jornalismo e quase pós graduada em Styling e Direção de Arte. Amante de brechós e moda 0800. Social media que não faz dancinhas (mas se pedir com jeitinho, faz), gosta de gravar stories loucos e assistir vídeos no YouTube. Correspondente da Vila Medeiros desde 2019.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.