• Informações apuradas pela Agência Mural por meio de dados e entrevistas, buscando ouvir todos os lados envolvidos e seguindo nossa linha editorial.
    Notícia

O auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais e autônomos; ouça o podcast

25 milhões de brasileiros são autônomos e estão enfrentando dificuldades financeiras neste período de pandemia

No Brasil existem 25 milhões de brasileiros autônomos, que além de ter que combater o coronavírus, estão enfrentando muitos desafios para lidar com a falta de trabalho durante a pandemia. Em paralelo, o governo federal estuda liberar auxílio de R$ 600 por mês a trabalhadores informais. 

O podcast da Agência Mural, o “Em Quarentena” ouviu as moradoras da Grande São Paulo que compartilharam suas histórias e as dificuldades que estão enfrentando por serem autônomas.

A manicure Vera Lúcia mora em Cotia, na Grande São Paulo. Ela está sentindo na pele o impacto do coronavírus e aguarda, mais do que nunca, ajuda financeira.

“Eu moro sozinha, não tenho ninguém que possa me ajudar ou eu [possa] pedir ajuda porque todo mundo está no mesmo barco que eu. O pessoal que trabalha comigo é todo mundo autônomo”. (ouça a partir de 00:46)

O economista e morador de Interlagos, Juan Pereira, falou sobre o projeto que concede 600 reais por mês, durante a pandemia, aos trabalhadores informais e que foi aprovado pelo Senado Federal, em 30 de março. O passo seguinte é ser aprovado pelo presidente Jair Bolsonaro. 

“Eles estão chamando essa ajuda que o governo propôs de ‘corona voucher’. Ele foi aprovado no valor de 600 reais com algumas modulações. Mulheres, mães solteiras vão receber até 1.200 reais. Isso não pode conflitar com o recebimento de outro programa social. Ele não é acumulativo. É um ou outro”. (a partir de 01:25)

Juan defendeu a importância da medida. “Esse socorro é fundamental para trabalhadores informais. Pense nas empregadas domésticas, nas manicures, nos garçons. Esse contingente de profissionais irão perder suas rendas”. (ouça em 02:06)

A moradora da comunidade Bootes, em Carapicuíba, Anelice é diarista, cabeleireira e revendedora de cosméticos, e o marido, jardineiro. Os dois estão em casa e com pouco dinheiro na conta. Ela expôs a preocupação de como pagar as contas. 

“O único dinheiro que tenho na minha conta é 300 reais. Está lá guardado com medo de faltar. Meu esposo também não [tem dinheiro]. Porque  a gente não guardava”. (em 02:47)

Vera de Cotia, na Grande São Paulo, falou também sobre a primeira medida proposta pelo governo federal de auxílio aos trabalhadores autônomos, que previa uma ajuda de apenas 200 reais.

“Esses 200 reais, no meu caso, não faria diferença alguma. Eu acho que para pessoas que são autônomas e trabalham na rua, ele [governo] deveria por um valor maior para ajudar”. (em 03:17)

Ouça este bate papo completo no Em Quarentena #07: O auxílio de R$ 600 do governo para trabalhadores informais e autônomos.

Podcast Em Quarentena

Viver em meio ao coronavírus não deve estar sendo fácil para ninguém. Imagina então para quem vive nas periferias. 

O “Em Quarentena” é o podcast especial que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias criou neste momento da pandemia. Queremos informar, com notícias do dia a dia, quem mais precisa se virar meio a esse caos.

Você pode receber o podcast diretamente no seu Whatsapp, enviando um “Oi” para +55 11 9 7591 5260. Ouça também no Instagram, Youtube, Spotify, Deezer, Apple e Google Podcast

 

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Grande São Paulo

Comentários