Foto autor

Jornalista, correspondente do Capão Redondo desde 2018. É pós-graduada em Políticas Públicas e Projetos Sociais. Integrante da Rede de Jornalistas das Periferia, também é consultora de comunicação no CDHEP - Centro de Direitos Humanos e Educação Popular do Campo Limpo. Libriana, adora crianças e acredita na comunicação como instrumento de transformação social, por isso atua como voluntária dando aulas de comunicação para jovens da periferia.

Capão Redondo, São Paulo

Idiomas: Português

Mulheres criam rede no Capão Redondo para oferecer apoio psicológico e doar alimentos

Integrantes da Escola Feminista Abya Yala apoiam mulheres em situação de vulnerabilidade social com auxílio alimentar e acolhimento psicológico

Integrantes da Escola Feminista Abya Yala apoiam mulheres em situação de vulnerabilidade social com auxílio alimentar e acolhimento psicológico

Leia mais

No Capão Redondo, trabalhadores temem coronavírus no emprego

Na zona sul de São Paulo, as dificuldades de quem precisa seguir no trabalho, mesmo com casos de suspeitas de contágio do vírus

Na zona sul de São Paulo, as dificuldades de quem precisa seguir no trabalho, mesmo com casos de suspeitas de contágio do vírus

Leia mais

Sem enxergar, Dona Edite declama poesias em saraus da zona sul de SP

História da moradora de Piraporinha apaixonada por literatura pode virar documentário; cineasta faz vaquinha para conseguir bancar produção

História da moradora de Piraporinha apaixonada por literatura pode virar documentário; cineasta faz vaquinha para conseguir bancar produção

Leia mais

Felizs 2019: o que rolou na quinta edição da feira literária da zona sul

Evento se consolida como um importante espaço da cena cultural de São Paulo e celebra união entre escritores das periferias

Evento se consolida como um importante espaço da cena cultural de São Paulo e celebra união entre escritores das periferias

Leia mais

Ser mãe na periferia é um desafio diário

Correspondente do Capão Redondo aborda dificuldades e as escolhas de quem é mãe na periferia de SP

“Mãe, já tá na hora de acordar?” Antes de me desejar bom dia, Pedro Henrique, 7, sempre quer ter certeza…

Leia mais